Início > Dinheiro > Calcular o Pagamento Antecipado do Financiamento

Calcular o Pagamento Antecipado do Financiamento

O consumidor em geral tende a procurar a quitação antecipada de um financiamento devido as altas taxas de juros aplicadas no Brasil, devido a dificuldade de conseguir antecipar o pagamento e saber o valor devido que o Banco Central (BC) tem recebido diversas reclamações todos os meses.

O consumidores estão com dificuldade e enfrentam lentidão e obstáculos ocasiodos pelas empresas na hora de liquidar os débitos de forma antecipada, sendo em crédito consignado e o Crédito Direto ao Consumidor.

A nossa lei, em seu artigo 52 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) diz ainda que, no caso de quitação antecipada – de dívida, total ou parcial, tem de haver abatimento proporcional no valor.” Algumas instituições financeiras impõem multas ou taxas contratuais, como a Tarifa de Liquidação Antecipada (TLA) para desestimular o consumidor a quitar sua dívida.

O artigo 52, § 2o, Lei 8.078/90, do Código de Defesa do Consumidor, prevê que:
“§ 2º É assegurada ao consumidor a liquidação antecipada do débito, total ou parcialmente, mediante redução proporcional dos juros e demais acréscimos.”

Como calcular o pagamento antecipado do financiamento?

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) criou e está disponibilizando em seu portal na internet www.mp.sc.gov.br uma “calculadora online” para chegar ao valor de quitação antecipada de empréstimos e financiamentos. Através desta calculadora o o cidadão que quiser adiantar alguma ou todas as prestações mensais do financiamento de seu veículo, poderá simular a quitação antecipada deste bem, sabendo assim qual será a redução de juros.

Em outros estados essa iniciativa também deveria ser tomada, devido aos altos juros praticados no Brasil o consumidor fica refém das lojas e instituições de crédito e financeiras, sem falar nos bancos.



Artigos Relacionados.

Receba novidades no seu e-mail.


 

Artigo Calcular o Pagamento Antecipado do Financiamento, publicado por Luís Eduardo () em 05/01/2011.

Deixe seu Comentário.