Como falar de morte com o filhos

O assunto morte é sempre complicado, principalmente para explicar ou contar para as crianças, elas confundem muito quando se aborda esse tema.

Morte (mors), óbito (obitu), falecimento, passamento, ou ainda desencarne (deixar a carne), são sinônimos usados para se referir ao processo irreversível de cessamento das atividades biológicas necessárias à caracterização e manutenção da vida em um sistema outrora classificado como vivo. Após o processo de morte o sistema não mais vive; e encontra-se morto. Os processos que seguem-se à morte (pós-mortem) geralmente são os que levam à decomposição dos sistemas. Sob condições ambientais específicas, processos distintos podem segui-la, a exemplo aqueles que levam à mumificação natural ou a fossilização de organismos.

É sempre bom estar preparado para lidar com esse tema e ter esse tipo de conversa, as crianças vivenciam esse tema e acabam por perguntar sobre o assunto.

A criança depois dos 4 anos, já consegue notar a presença e ausente de coisas nesse mundo, portanto, ela notará que o gato que morreu, nunca mais voltará.

falar de morte

Como falar de morte com o filhos

Dos 9 anos em diante, e principalmente depois dos 11, é ainda mais indicado fugir de tudo o que é fantasioso, tente falar a realidade com a criança.

Evite esconder das crianças os assuntos delicados, se você mentir para as crianças, sua confiança com elas irá se quebrar, e confiança nunca mais volta.

O ideal é ser o mais sincero possível, assim você evita que as crianças quando ficarem adultas, fiquem paralisados com alguns assuntos.

Próximo

Anterior

Deixe seu comentário

© 2009-2017 Intrometendo | Anuncie | Sobre | Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Alló Digital