Como funciona um relacionamento aberto

Relacionamento aberto é a relação afetiva em que os parceiros envolvidos concordam que pode ou não ter relações extraconjugais que não são consideradas traição ou infidelidade, entretanto, pode ser também utilizada para um dizer que há um relacionamento sem tanta cobrança, mas que ainda há fidelidade.

Relacionamento aberto é a relação afetiva em que os parceiros envolvidos concordam com uma forma de não-monogamia, de modo que relações afetivas/sexuais com terceiros possam não ser consideradas traição ou infidelidade. Isso significa que eles concordam que uma relação íntima ou romântica com terceiros é aceito, permitido ou tolerado.

O conceito tem sido reconhecido desde a década de 1970. É defendido por seus adeptos como uma alternativa ao modelo monogâmico tradicional, alternativa preocupada com os efeitos do tolhimento do desejo no indivíduo e no casal. Ainda segundo seus defensores, o uso do termo para referir-se ao ficar é inapropriado por este último ter por essência a ausência de compromissos, o que não acontece nos casamentos abertos e namoros abertos.

Sartre e Simone de Beauvoir são a mais conhecida referência neste tema. Com seu relacionamento iniciado nos idos dos anos 20 (mais precisamente em 1929), início marcado por conhecida frase de Sartre: “entre nós, trata-se de um amor necessário: convém que conheçamos também amores contingentes” (inspirada na concepção filosófica de verdade necessária e verdade contingente), tornou-se qüinquagintária, findando apenas com a morte de Sartre, em 1980.

Um relacionamento aberto é um tipo de relacionamento onde duas pessoas estão envolvidas mas estão “abertas” ao possível envolvimento físico com outras pessoas.

As relações abertas contam com regras diferentes das usuais, por isso soam como se fossem liberais. Na prática, não é bem assim

Você não deve estar em um relacionamento aberto, se não conseguir ser verdadeiro a respeito do seu envolvimento com outra pessoa. Para evitar mentiras, muitos desses casais evitam fazer perguntas concretas.

Tipos de relacionamentos abertos

Existem vários estilos diferentes de relacionamentos abertos. Estes incluem:

  • Relações com múltiplos parceiros, quando um relacionamento sexual não ocorre entre todas as partes envolvidas.
  • Relacionamentos híbridos, quando um parceiro não é monogâmico e o outro é.
  • Swinging.

Ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, um relacionamento aberto possui regras e normas bem estabelecidas.

A possibilidade do surgimento de um rival no plano afetivo é o principal fantasma que aterroriza as relações abertas. Por conta disso, muitos praticantes definem que só podem fazer amor com determinada pessoa se o parceiro aprovar antes.

Próximo

Anterior

Deixe seu comentário

© 2009-2017 Intrometendo | Anuncie | Sobre | Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Alló Digital