Como lidar com a separação

As pessoas não começam uma relação pensando em um dia se separar. Por isso, o momento da ruptura pode ser bastante complicado e até um pouco traumático. A situação é ainda pior quando se trata de uma relação de muitos anos ou quando se tem filhos. Veja algumas dicas de como lidar com a separação e passar por esse processo sem tanto sofrimento. Reveja suas prioridades.

Quem está em um relacionamento e de repente se vê solteiro, pode ficar um pouco perdido. Use a energia e o tempo que era dedicado ao ex-parceiro para fazer coisas úteis. Se concentre no trabalho, nos filhos ou naquela tarefa que adia há muito tempo. Manter a mente ocupada ajuda a lidar melhor com uma separação.

lidar com a separação

Como lidar com a separação

Dê tempo ao tempo. Porque só o tempo resolverá por completo a separação. Enquanto a situação ainda está confusa, o melhor é se afastar um pouco. Não fique procurando notícias do ex em rede sociais ou através de amigos. Evite também mandar recados e indiretas. Um tempo sem ver ou sem ter notícias ajuda a colocar a cabeça e os sentimentos no lugar. Ficar apegado ao passado não faz bem e impede que uma nova etapa da vida comece.

Procure ajuda especializada. Se a separação for conjugal, pode ser necessário procurar um advogado. A partilha dos bens, guarda dos filhos e a questão das pensões precisam ser resolvidas de maneira oficial. A função da justiça é garantir os direitos das duas partes. Um processo judicial não é ferramenta de vingança. Exija apenas o que é justo e esteja disposto a negociar e a ceder um pouco.

Além disso, um tempo de luto é normal depois de uma separação, principalmente se não foi você que terminou. Se permita sofrer e sentir, mas não estenda demais esse período. Saia com os amigos, faça coisas divertidas e aproveite as pequenas liberdades de estar solteiro. Não é preciso ir para baladas, se ainda não se sentir pronto. Fazer caminhadas, passear no shopping, visitar aquele amigo que não vê há muito tempo ou ir a praia são atividades que fazem bem. Não envolva os filhos. Tente não colocar as crianças no meio de fogo cruzado. Elas não devem ser envolvidas na separação dos pais. Crianças e adolescentes não têm maturidade para ligar com situações emocionalmente complexas. Podem terminar se sentindo culpadas ou obrigadas a tomar partido. Esse tipo de coisa pode afetar seus relacionamentos futuros e sua autoestima.

Próximo

Anterior

Deixe seu comentário

© 2009-2017 Intrometendo | Anuncie | Sobre | Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Alló Digital