Intrometendo

Aqui você se intromete em tudo…

Como sobreviver no jogo da sedução

A sedução é o conjunto de qualidades e características que despertam simpatia, desejo, amor, interesse etc. É a forma de atrair, encantar que as pessoas possuem.

Você está cansado (a) de correr atrás do sexo oposto? Quer virar o jogo e fazer com que elas (eles) corram atrás de você? Aqui você poderá aprender a dominar a arte da sedução.

Muitos homens estão tentando conquistar as mulheres – tentando forçar as mulheres a gostarem deles gastando dinheiro com elas, ou dando presentes nem um pouco originais. Esses homens fazem sempre as mesmas coisas e acabam sempre entediando as mulheres, porque não sabem como as seduzir. Mas, por quê?

Em praticamente todos os jogos psicológicos torturantes encontraremos indefinições e contradições que visam confundir. Os vemos, por exemplo, naquela que flerta para fugir em seguida, naquela que inicia uma discussão levantando pontos críticos e se evade antes que os mesmos sejam esclarecidos, naquela que toma a iniciativa de telefonar e em seguida se comporta como se quisesse desligar logo o telefone etc. A intenção é deixar questões importantes no ar, sentimentos mal resolvidos.

Como meio de defesa, pode ser conveniente desmascarar os joguinhos algumas vezes. Mas isto deve ser feito no momento exato em que estiverem acontecendo e de um modo que a encurrale e não permita nenhuma evasiva. A melhor maneira de desmascaramento que encontrei foi simplesmente apontá-los convictamente no exato instante em que estiverem sendo aplicados, de modo a surpreender e não permitir a negação. Sua desatenção será aproveitada contra você. Por isto, esteja alerta para flagrar e denunciar de forma impiedosa e implacável todas as artimanhas, mentiras e manipulações.

A maioria dos homens, talvez até incluindo você, tende a focar as atenções para apenas uma mulher da qual eles simplesmente não conseguem tirar da cabeça. Geralmente é uma mulher que não demonstra interesse por eles de volta, portanto para aprender a sobreviver nesse jogo da sedução, vejam como fazer.

Como sobreviver ao jogo da sedução

  • Não caia na tentação de vê-la como ente celeste. Jamais acredite em sua fidelidade ou que não paquere ninguém além de você.
  • Seja indiferente aos seus jogos de atitudes contrárias e incoerentes.
  • Beije-a ardorosamente, como se estivesse sentindo muito sentimento, quando tiver a oportunidade.
  • Não a irrite e nem a sufoque com manifestações contínuas de amor.
  • Quando ela furar nos encontros, aceite as desculpas mentirosas e furadas que receber no dia seguinte e faça de conta que acreditou, ignorando, ou então vá para o outro extremo e desmascare-a.
  • Nunca se iluda acreditando que descobrirá o que ela sente por meio de perguntas ou conversas diretas sobre isso.
  • Seja indiferente aos jogos de aproximar e afastar que elas fazem para nos deixar loucos.
  • Seja homem e esteja preparado para o inesperado: ser trocado por outro, ser definitivamente ou temporariamente abandonado, ser frustrado nos encontros etc.
  • Não se apegue. Ame-a desinteressadamente, ainda que à distância.
  • Nunca se esqueça de que a histórica reação cruel da cultura machista às artimanhas as obrigou a misturar verdades com mentiras em tudo o que falam. Nunca acredite e nem desacredite no que dizem: limite suas conclusões ao que vê.
  • Escreva-lhe frases de amor muito raramente.
  • Conquiste sua independência emocional total.
  • Quando for comparado a algum outro homem, recorde-se dos pontos em que você é superior ao cara e esqueça a questão. Lembre-se: embora possa não parecer, a longo prazo ela é quem terá perdido e não você.
  • Adote conscientemente um comportamento que a agrade mas não se condicione.
  • Derreta-se em declarações apaixonadas raras e falsas.
  • Seja firme e amável ao mesmo tempo.
  • Não ligue quando ela não cumprir os compromissos de encontros e telefonemas.
  • Não acredite quando ela se comprometer a telefonar ou vê-lo.
  • Esteja disposto a perdê-la a qualquer momento.
  • Não a veja como única.
  • Não tente impressioná-la com seus talentos.
  • Não exiba gratuitamente seus talentos mas deixe-a percebê-los aos poucos .
  • Não fique atrás dela o tempo todo.
  • Não pense se ela sai com outro ou não.
  • Não seja sempre grosseiro ou mal educado nos modos e reações, somente um pouco e de vez em quando.
  • Não se aposse.
  • Não a sinta como se fosse sua.
  • Defina o teor da relação apenas com base no que demonstram os comportamentos e as atitudes.
  • Não entre de cabeça na relação, NUNCA!
  • Não se fascine por sorrisos, olhares e palavras apaixonadas mas comporte-se como se estivesse um pouco fascinado, apenas um pouco.
  • Não fique atrás dela e nem se deixe ser atraído. Seja fascinante para que ela fique atrás de você.
  • Para atrair, combine em doses homeopáticas seriedade, desinteresse, lealdade, altruísmo, sinceridade, cuidados mínimos com a aparência, eloquência, determinação, independência econômica, independência material (pelo menos uma casa e um carro), uma imagem de homem assediado que não se gabe disso (pode ser falsa, basta dizer para uma amiga bem fofoqueira que há várias mulheres lindas atrás de você e pedir-lhe para não contar a ninguém que ela se encarrega do resto…), virilidade, masculinidade intensa, sensibilidade, gentileza, ponderação e inteligência.
  • Detecte as contradições no comportamento dela.
  • Não espere bom senso ou compreensão.
  • Resista ao magnetismo feminino negativo.
  • Não discuta.
  • Não cultive o conflito.
  • Observe-a “de fora” (sem identificação) tentando captar seus sentimentos.
  • Seja silencioso, escute-a.
  • Seja distante para dar asas ao mistério.
  • Não deixe transparecer o que se passa em seu interior.
  • Adestre-a gradativamente, recompensando-a por bom comportamento.
  • Deixe-a conduzir o rumo das conversas.
  • Estimule-a a falar sobre o que mais gosta.
  • Concorde sempre, exceto quando ela quiser ser contradita.
  • Exalte sua imaginação.
  • Encarne os princípios do amor superior.
  • Não vacile em suas posições.
  • Trate-a como uma menina.
  • Jogue com o binário, a alternância de opostos.
  • Devolva-lhe as responsabilidades pelos seus atos, joguinhos bobos etc.
  • Não fale em tom apelativo ou suplicante mas sim em tom de comando.
  • Cumpra pequenos rituais românticos de vez em quando.
  • Seja um espelho sem lhe dar muita abertura.
  • Faça-a rir raramente.
  • Aponte suas virtudes quando se manifestarem.
  • Alterne severidade com doçura.
  • Alterne silêncio com falas breves que a estimulem e acalmem.
  • Beije-a subitamente na boca.
  • Diga-lhe de vez em quando que a ama (mas não sempre).
  • Não se deixe possuir por sentimento de inferioridade com relação a outros homens.
  • Concorde com suas tendências comportamentais errôneas e estimule-as, empurrando-a na direção das mesmas. Por exemplo: quando ela quiser sair com um decote exagerado, diga que o decote ainda está fechado e que deveria abrir mais; quando ela usar uma saia muito curta, diga que está comprida e que deveria ser mais curta. Vá com ela até o limite extremo para descobrir que tipo de mulher você realmente tem ao lado. Se ela se recusar e voltar atrás, é adequada a um compromisso mais sério.

Próximo

Anterior

Deixe seu comentário

© 2009-2017 Intrometendo | Anuncie | Sobre | Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Alló Digital