Conspiração da Fluoretação da água

A fluoretação da água é a adição controlada de flúor à água de abastecimento público para reduzir a cárie dentária. Embora quase todas as grandes organizações de saúde e odontológicas apoiem a fluoretação da água e não tenham encontrado nenhuma associação com efeitos adversos, os esforços para introduzir a fluoretação da água encontram uma considerável oposição sempre que é proposta. Desde o início da fluoretação na década de 1950, os opositores recorreram à desconfiança de especialistas e à preocupação com a medicina e a ciência.

No Brasil, a Funasa (Fundação Nacional da Saúde) indica que a medida é preventiva, tem comprovada eficácia e reduz a prevalência de cárie dental entre 50% e 65% em populações “sob exposição contínua desde o nascimento, por um período de aproximadamente dez anos de ingestão da dose.

A informação está no Manual de Fluoretação da Água para Consumo Humano, que também coloca que “o benefício atinge toda população sem distinção de ordem econômica, social ou educacional. Durante toda a vida do indivíduo os fluoretos provocam efeitos benéficos à saúde e protegem os dentes contra a cárie. O serviço de saúde pública dos Estados Unidos calcula que, para cada dólar despendido na fluoretação da água, 36 dólares são economizados no tratamento da cárie, motivo pelo qual o método é considerado econômico e com baixo custo “per capita”.

A fluoretação da água tem sido um tema de preocupação em crescimento do público ao longo dos últimos anos. Os céticos tendem a argumentar que não há nenhuma evidência que apoie a alegação de que a fluoretação da água é prejudicial à saúde humana.

Se isto fosse verdade, por que é que os municípios no mundo inteiro estão a unir-se para banir o fluoreto do seu abastecimento de água? Comunidades na Austrália, Canadá , Estados Unidos e muito mais, estão convencidos de que o flúor pode ser extremamente perigoso para a saúde humana.

O flúor utilizado no abastecimento de água é um veneno, não há nenhuma boa razão por que deve ser administrada há população, não importa qual a dose. Ainda para mais, nunca houve qualquer evidência que apoie a alegação de que a fluoretação da água trás benefícios para os dentes. Isto é especialmente interessante quando se observa que a saúde dental é melhor em regiões não fluoretadas do que em regiões fluoretadas.

“De fato, o flúor provoca mais mortes por câncer em humanos do que qualquer outro produto químico. Quando se é detentor do poder não se é obrigado a dizer a verdade. Esta é uma regra que foi imposta neste mundo por gerações. E há um grande número de pessoas que não dizem a verdade quando estão no poder em cargos administrativos. Água fluoretada é um assassino em grande escala. É uma das evidências científicas e biológicas mais conclusivas que eu já vi nos meus 50 anos na área de pesquisa sobre o cancro.” – Dr. Dean Burk

O flúor é mais tóxico que o chumbo, cuja quantidade na água potável não deve superar 0,4 partes por milhão (ppm). O nível do flúor na água potável costuma ser de 1,5 ppm.

Como limpar a água do flúor

A Universidade Rajasthan, na Índia, descobriu que o tulsi pode remover grande parte do flúor da água. Os cientistas deixaram 75 miligramas da erva conhecida no Brasil como manjericão-santo imersos em 100 mililitros de água por 8 horas.

O resultado: as folhas absorveram cerca de 7 ppm de flúor e reduziu para apenas 1,1 ppm a quantidade da substancia na água.

Teorias conspiratórias sobre a Fluoretação da água

As teorias conspiratórias envolvendo a fluoretação são comuns e incluem as seguintes reivindicações:

  • A fluoretação é parte da Nova Ordem Mundial, de uma trama comunista, fascista ou Illuminati para dominar o mundo.
  • Este conceito é mencionado, com efeito cômico, em Dr. Strangelove de Stanley Kubrick, onde um general insano repetidamente acusa os países do Pacto de Varsóvia de tentar “enfraquecer e impurificar todos os nossos preciosos fluidos corporais”.
  • A fluoretação foi concebida pelo complexo militar-industrial estadunidense para proteger o programa de armas atômica de litígios.
  • A fluoretação foi iniciada por uma empresa química alemã para tornar as pessoas submissas aos detentores do poder.
  • A fluoretação foi usada em campos de prisioneiros russos e produz esquizofrenia.
  • A fluoretação é apoiada pelas indústrias de alumínio ou fosfato como um meio de eliminação de alguns de seus resíduos industriais.
  • A fluoretação é uma cortina de fumaça para cobrir a falta de atendimento odontológico para os pobres.
  • Os pesquisadores de fluoretação são acusados de estarem a serviço dos interesses corporativos ou políticos, como parte da trama.

Países que proibiram o flúor na água

Segue abaixo a resposta de alguns países sobre a não fluoretação de seus suprimentos de água potável:

Alemanha – Interrompido

“Geralmente, na Alemanha a fluoretação da água potável é proibida. A relevante lei Alemã permite exceções para fluoretação. A argumentação do Ministério Federal da Saúde contra uma geral permissão de fluoretação da água potável é a natural problemática da medicação compulsória“. (Gerda Hankel-Khan, Embaixada da República Federal da Alemanha, 16/Setembro/1999).


Áustria – Proibido

“O fluoreto tóxico nunca foi adicionado no suprimento de água Pública na Áustria.“ (M.Eisenhut, Chefe do Dept. de Água, Osterreichische Yereinigung fur das Gas-und Wasserfach Schubertring 14, A-1015 Wien, Austria, 17/Fevereiro/2000).


Bélgica – Proibido

“Este tratamento da água nunca foi usado na Bélgica e nunca será (esperamos) no futuro. A razão principal para isto é a posição fundamental do setor de água potável que isto não é uma tarefa para levar tratamento medicinal às pessoas. Isto é de única responsabilidade dos serviços de saúde.“ (Chr.Legros, Directeur, Belgaqua, Bruxelas, Bélgica, 28/Fevereiro/2000).


China – Interrompido

”A fluoretação da água potável não é permitido na China, em conformidade com as normas de Padrão da Água Potável Pública da China. (Gao Xishui, Deputy Director General, Department of International Cooperation, Ministry of Health, China, 1/March, 2000).


Dinamarca – Proibido

“Nós somos gratos em informar-lhes que segundo o Ministério Dinamarquês de Ambiente e Energia, fluoretos tóxicos nunca foram adicionados no suprimento de água pública. Consequentemente, nenhuma cidade dinamarquesa jamais foi fluoretada.“ (Klaus Werner, Embaixada Real Dinamarquesa, Washington DC 22/Dezembro/1999).


Finlândia – Interrompido

“Nós não favorecemos ou recomendamos a fluoretação da água potável. Existem meios muito melhores de proporcionar a fluoretação que nossos dentes necessitam.“ (Paavo Poteri, Vice Director de Administração, água de Helsique, Finlandia, 7/Fevereiro/2000).


França – Rejeitado

“Químicas do fluoreto não são incluídas na lista ( dos tratamentos químicos da água potável). Isto é devido à ética assim como as considerações médicas“. (Loius Sanchez, Direteur de la Protection de l’environment, 25 de Agosto de 2000).


Holanda – Interrompido

“Do final dos anos 60 até o inicio dos anos 70 a água potável em vários lugares da Holanda foi fluoretada para prevenir cáries. Entretanto, em seu julgamento de 22 Junho de 1973 no caso nº 10683 a Suprema Corte determinou que não havia uma base legal para a fluoretação. Após aquele julgamento, uma emenda ao acto do suprimento da água foi preparado para proporcionar uma base legal para a fluoretação. Durante o processo tornou-se claro que não havia apoio parlamentar suficiente para este emendamento e a proposta foi retirada.“ (Wilfred Reinhold, Conselheiro Legal, Directoria de Água Potável, Holanda, 15/Janeiro/2000).


Hungria – Interrompido

”A fluoretação foi interrompida por razões técnicas nos anos 60.”


Irlanda do Norte – Interrompido

“O suprimento d’agua da Irlanda do Norte foi fluoretado em 2 pequenas localidades por cerca 30 anos até o ano passado. A fluoretação cessou nestas localidades por razões operacionais. Desta vez não existem planos para começar a fluoretação dos suprimentos d’agua na Irlanda do Norte.“ (C.J, Grimes, Departamento para Desenvolvimento Regional, Belfast, 6/Novembro/2000).


Japão – Proibido

”No Japão decidimos que não há necessidade de fluoretação geral da água potável porque: 1) o impacto da fluoretação sobre a saúde humana varia muito para cada indivíduo e a fluoretação geral pode causar problemas de saúde em pessoas vulneráveis, 2) tabletes de flúoreto podem ser consumidos voluntariamente. (Toru Nagayama, Environment Agency, Government of Japan, 8/March/2000).


Luxemburgo – Proibido

“O fluoreto nunca foi adicionado ao suprimento de água pública em Luxemburgo. Em nosso parecer, a água potável não é o meio conveniente para o tratamento medicinal e as pessoas que necessitam de uma adição de fluoreto podem decidir por elas mesmas em usar os meios mais apropriados, como a ingestão de tabletes de fluoreto, para cobrir suas necessidades (diárias).“ (Jean-Marie RIES, Head, Departamento de Água, Administration De L’environment, 3/Maio/2000).


Noruega – Proibido

“Na Noruega nós tivemos uma conversa bastante intensa sobre este argumento a 20 anos atrás, e a conclusão foi que a água potável não deve ser fluoretada.“ (Truls Krogh & Toril Hofshagen, Folkehelsa Statens Institutt for Folkeheise (Instituto Nacional de Saúde Pública) Oslo, Noruega, 1/Março/2000).


República Tcheca – Interrompido

“Desde 1993, a água potável não foi tratada com o fluoreto nos suprimentos de água pública por toda República Tcheca. Embora a fluoretação da água potável não foi realmente eliminada e não é sob consideração porque esta forma de suplementação é considerada: Anti-economica (somente 0,54% da água conveniente para beber é usada como tal; o restante e usado para a higiene etc.

Toxicologicamente e fisiologicamente discutível (a fluoretação representa uma forma desguarnecida de suplementação que negligencia o real consumo individual e a real necessidade de consumo e pode levar a um excessivo risco para a saúde em certos grupos da população; e a formação de compostos do flúor na água em formas não biologicamente activas. (Dr. B. Havlik, Ministerstvo Zdravotnictvi Ceske Republiky, October 14, 1999).


Suécia – Interrompido

“a fluoretação da água potável na Suécia não é permitida… Nova documentação científica ou mudanças na situação da saúde dental que poderiam alterar as conclusões da Comissão não foram mostradas.“ (Gunnar Guzikowski, Inspetor Chefe Governamental, Livsmedels Verket –Administração Nacional dos Alimentos Divisão de Água Potável, Suecia, 28/Fevereiro/2000).

Este site foi criado por Luís Eduardo Alló (fundador e editor), bacharel em Direito, mineiro de Muriaé – MG e que adora trabalhar na web.

Próximo

Anterior

Estratégia das Tesouras Estratégia das Tesouras
Brasil - Ditadura Maçônica Comunista Brasil - Ditadura Maçônica Comunista
O homem foi realmente a lua? O homem foi realmente a lua?
Jogo dos Illuminati: A Nova Ordem Mundial - INWO Jogo dos Illuminati: A Nova Ordem Mundial - INWO
Como o Brasil está perante a Nova Ordem Mundial Como o Brasil está perante a Nova Ordem Mundial
A fábrica de zumbis A fábrica de zumbis
Intrometendo - O único local onde se encontra a verdade Intrometendo - O único local onde se encontra a verdade
Nova Ordem Mundial – New World Order (NWO) Nova Ordem Mundial – New World Order (NWO)

© 2009-2017 Intrometendo | Anuncie | Sobre | Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Alló Digital