Mondex – Biochip do Dinheiro

Mondex é um cartão da classe dos cartões inteligente ou smart cards desenvolvido pelo banco inglês National Westminsterue Bank Plc (NatWest), em 1990. Mondex smart card é um sistema eletrônico de dinheiro, que foi originalmente desenvolvido pelo Banco Nacional Westminster, no Reino Unido e posteriormente vendido para a MasterCard. Mondex foi lançado em uma série de mercados durante a década de 1990. Swindon, Reino Unido e Hong Kong, Guelph, e Nova Iorque. Também foi testado em várias universidades britânicas a partir do final dos anos 90, incluindo a Universidade de Edimburgo, Universidade de Exeter (entre 1997 e 2001), na Universidade de York, Universidade de Nottingham, Aston University e Sheffield Hallam University.

A notação Z foi utilizado para testar as propriedades de segurança do Mondex, permitindo-lhe atingir ITSEC nível E6, ITSEC é o mais alto nível de segurança. A Mondex está desenvolvendo um microchip que será futuramente implantado no corpo humano, e funcionará da mesma forma que o cartão de crédito atual, porém com algumas diferenças:

– Não requer número PIN;
– Não requer senhas;
– Não pode ser clonado.

O chip do futuro terá uma bateria de lítio, um transponder, e um processador desenvolvido pela Motorola.O chip possuirá uma tecnologia que o permitirá recarregar-se com a temperatura do corpo humano. Na internet, ocorre uma itensa discussão sobre os métodos de implantação do biochip Mondex, há sites afirmando que a Mondex vinha pesquisando os melhores locais para implantação do chip, e que já chegou a conclusão de que os únicos lugares pelo qual o chip poderia ser implantado com sucesso seria na mão direita ou na testa. Em 2009 a MONDEX foi a companhia que provê este sistema sem dinheiro e já tem privilegiado mais de 20 principais nações do mundo. Este sistema foi criado em 1993 por banqueiros de Londres.

No dia 29 de junho de 2001, a MasterCard, que já detinha percentual de ações da companhia, terminou por adquirir 100% das ações da Mondex International (MXI) e assumiu assim o controle de todas as operações da MXI’s, dando continuidade ao suporte às atividades dos franqueados e licenciados em todo o mundo. A MasterCard utiliza a tecnologia Mondex como plataforma estratégica de chip. O Mondex Electronic Cash também é o único com capacidade de pagamento de cartão para cartão, transações off-line com transferência imediata de valores e a maior segurança disponível. O Mondex Electronic Cash é o único produto de saque eletrônico globalmente interoperável, com a capacidade de operar várias moedas.

MONDEX

MOM = monetário – pertencendo a dinheiro.

DEX = DEXTER – pertencendo ou localizado à mão direita.

Esse dispositivo que vem junto com o microchip, que pode vir em forma de cartões de crédito, onde se pode usar um dispositivo no seu interior microchip (com os dados de Transferência Eletrônica Pessoal). Eventualmente a ideia de levar um cartão ficará logo obsoleto, porque as pessoas descobrirão que terão uma limitação de segurança, sendo susceptível ao dano, perda e roubo do cartão. A solução final será ter um biochip simplesmente colocado dentro do corpo humano como eles fazem agora com o implante de biochip NFOPET sendo essa uma das várias companhias que provêem uma seringa que realiza o implante indolor do bio-chip injetando na pele do animal. O biochip pode ser lido por um scanner e o código identifica o seu dono expondo o código em um computador. O sistema pode localizar mais de 1 bilhão de animais por satélites ou por torres de telefonia celular.

A MOTOROLA é que está produzindo os microchips para o MONDEX SMARTCARD que desenvolveu vários implantes em humanos usando o bio-chips. O chip BT952000 foi criado por Dr. Carl Sanders para que se pudesse ser desenvolvido um dispositivo para uso global para identificação de humanos para o propósito do comércio econômico global. O bio-chip mede 7mm de comprimento e 0.75mm em largura, mais ou menos o tamanho de um grão de arroz. Contém um transponder e uma bateria de lithium recarregável.

A bateria é carregada por um circuito de thermo-par que produz voltagem de flutuações com a temperatura do corpo. Eles gastaram mais de 1.5 milhões de dólares nos estudos para saber o melhor local para colocar este biochip no corpo humano. Eles só acharam dois lugares satisfatórios e eficientes – a testa, de baixo do couro cabeludo, e a parte de trás da mão, especificamente a mão direita!

Dr. Sanders estava contra o uso da bateria de lithium porque era de conhecimento que se o invólucro do microchip quebrasse, causaria uma fervura que causaria muita agonia ao hospedeiro.

Com Tecnologias da AT&T e a Lucent Tecnologies e sua divisão de telecomunicação empresarial AVAYA Communication. LUCENT. Esta empresa chamada de LUCENT TECNOLOGIES já está no Brasil, segundo grande Informe Publicitário Especial que saiu na revista EXAME Número 12 de 16 de junho de 99 nas páginas 122 a 136 – A Lucent é uma fábrica de 25.000 metros quadrados (em área total de 212.000 metros quadrados) com investimentos da ordem superior de 500 milhões de dólares – cuja tecnologia permitirá aos provedores de serviços para internet e de telecomunicações dimensionar e montar complexos sistemas móveis, softwares, sistemas de rastreamento, energia e cabeamento de fibras óticas, serviços para administradoras de cartões de crédito – entre elas: Provedor de Serviços Globais – Soluções de Comunicação Empresarial – Sistemas de Rede de Dados – Microeletrônica com implantação até o início do ano 2000.).

Esta empresa comprou a franquia da MONDEX dos E.U.A. Esta companhia escolheu instalar alguns dos seus novos escritórios em Nova York a Quinta Avenida em Manhattan. Um das realizações mais orgulhosas deles é TTS (Text To Speech) em que o hardware fala com a qualidade da voz humana com imagem humana animada.

Mondex Smart Card

Muitos atribuem esta falta de anonimato como uma desvantagem significativa do Mondex. Diferentemente dos cartões telefônicos pré-pagos e de outros que também são baseados em tecnologia de cartão inteligente (smart card), não é possível comprar um cartão Mondex sem revelar a identidade. Cada cartão tem um número único de identificação através da qual os proprietários podem ser facilmente identificados. O Mondex smart card não têm sido tão bem sucedido como inicialmente haviam previsto. Os clientes não estão satisfeitos com o cartão e com os seus serviços. Ao contrário de um cartão de crédito ou débito, o dinheiro pode ser perdido para sempre no caso da perda de um cartão Mondex. Perder um cartão Mondex é como perder uma carteira cheia de dinheiro. Cartões de crédito costumam estar protegidos contra perdas acima de determinados valores. Esta proteção não está disponível atualmente em um cartão Mondex.

Segundo a empresa, o sistema de cartões Mondex é totalmente controlável. Existe um registo do tempo, data, montante e os participantes de cada operação, o que dificulta a privacidade dos usuários. Tecnicamente, porém, Mondex não pode pretender ser um sistema totalmente auditável. Após uma série de operações a memória limitada do cartão Mondex pode sobrecarregar. Isto significa que dados significativos podem ser perdidos antes que o Mondex consiga recuperá-los. Críticos dizem que esta perda de dados é uma falha crítica de projeto, o que torna difícil para a Mondex detectar fraudes.

O operador do sistema de cartões Mondex considera que seu sistema de pagamento eletrônico é seguro. Também estão convencidos de que os críticos que apontam questões relativas à segurança estão enganados e mal informados. É possível, contudo, que a utilização de um cartão inteligente Mondex dependa de um nível pessoal de confiança. Apesar de atualmente os cartões Mondex não serem cem por cento seguros, são os que apresentam a menor tolerância a fraudes.

Projeto LUC-ID

O projeto usará até satélites espiões, como os usados na guerra do golfo e também outros aparatos eletrônicos, que serão usados para o policiamento de um estado global totalitário, que foi idealizado para monitorar todos os homens, mulheres, e crianças, que usarão o biochip implantados e programados por um software BIOMÉTRICO UNIVERSAL, contendo o MARC ou MONDEX. LUC- ID. Com LUC-ID a autoridade de execução de lei global poderá localizar qualquer um dos seus movimentos, transações financeiras globais.

O projeto deste sistema foi idealizado por Jean–Paul Creusat (M.D. e UN-INEOA) que é o representante das Nações Unidas, na Associação de Oficiais de Execução Narcótica Internacional . Um artigo apareceu na revista “NARC OFICIAL”, descrevendo o sistema como algo claramente relacionado a um PROGRAMA DE SEGURANÇA GLOBAL.

Próximo

Anterior

Deixe seu comentário

© 2009-2017 Intrometendo | Anuncie | Sobre | Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Alló Digital