Intrometendo

Aqui você se intromete em tudo…

NOM – Nova Ordem Mundial

A Nova Ordem Mundial – New World Order (NWO), se refere a um novo período no pensamento político e no equilíbrio mundial de poder, além de uma maior centralização deste poder. Como uma teoria de conspiração, o termo Nova Ordem Mundial refere-se ao surgimento de um governo mundial totalitário. O tema comum em teorias da conspiração sobre uma Nova Ordem Mundial é que uma elite secreta do poder possui uma agenda globalista e está conspirando para eventualmente governar o mundo por meio de um governo mundial autoritário, que irá substituir Estados-nações soberanos.

Digamos que tudo aquilo que sabes não seja apenas errado, mas uma mentira cuidadosamente engendrada. Digamos que tua mente esteja entupida de falsidades: sobre ti mesmo, sobre a história, sobre o mundo à tua volta, plantada nela por forças poderosas visando a conquistar, pacificamente, tua complacência. A liberdade, nessas circunstâncias, não passa de uma ilusão, pois és, na verdade, apenas um peão num grande enredo e o teu papel o de um crédulo indiferente. Isso, se tiveres sorte. Se, em qualquer tempo, convier aos interesses de terceiros, o teu papel vai mudar: tua vida será destruída, serás levado à fome e à miséria. Pode ser, até, que tenhas de morrer. Quanto a isso, não há nada que possa ser feito. Ah! Se acontecer de conseguir descobrir um fiapo da verdade até pode tentar alertar as pessoas, demolir, pela exposição, as bases dos que tramam nos bastidores. Mas, mesmo nesse caso, não terá muito mais a fazer. Eles são poderoso demais, invulneráveis demais, invisíveis demais, espertos demais. Da mesma forma que aconteceu com outros, antes de ti, também vai perder!

Muito tem se falado atualmente que a definição da Nova Ordem Mundial, vem sendo usada por críticos e religiosos como a profecia do apocalipse que está se cumprindo. Muitos dizem que a Nova Ordem Mundial é o governo do anti-cristo que vai dominar todas as nações, unificar a moeda e as religiões e vai gravar sua marca no braço direito de todos os cidadãos através de chips.

Pegue numa nota de 1 dólar e veja o simbolo da pirâmide com o olho que tudo vê, um simbolo iluminista. E abaixo da pirâmide podemos ler “Novus Ordo Seclorum”, Nova ordem dos séculos, a nova ordem mundial.

Nova Ordem Mundial, ou os Illuminati, são um grupo que vem manipulando eventos mundiais há centenas de anos. Muitos céticos duvidam dessa teoria afirmando que a Nova Ordem Mundial não seria possível devido aos governos dos países possuírem seus próprios interesses egoístas e jamais teriam coerência na formação de um grupo único para controle das nações. Com a fundação da Organização das Nações Unidas (ONU) e da União Europeia (UE) ter se unificado para fortalecer sua moeda única, o  euro (€), a teoria se torna um pouco mais real e palpável.

A Nova Ordem Mundial ou Nova Ordem dos Séculos (Novus Ordo Seclorum em latim) é um plano desenhado pelo maçom-judeu Adam Weishaupt, fundador dos Illuminati, cujo propósito seria derrotar aos governos e reinos do mundo, além de erradicar a todas as religiões e crenças de todo o planeta, para assim unificar à humanidade controlada por um governo mundial, que estaria baseado em um sistema internacionalista extremamente uniformizador, e com uma moeda única e uma religião universal, no qual, segundo suas crenças, a cada pessoa alcançaria a perfeição.

O chamado “processo de globalização” iniciado a fins do século XX em todo o planeta, seria uma das múltiplas facetas do estabelecimento progressivo desta nova ordem.

Num contexto mais moderno, percebe-se muitas vezes esta referência ser feita a respeito das novas formas de controle tecnológico das populações, num mundo progressivamente globalizado, descrevendo assim um cenário que aponta para uma evolução no sentido da perda de liberdades e um maior controle por entidades distantes, com o quebramento da autonomia de países, grupos menores em geral, e indivíduos.

Esta descrição ganha por vezes traços de natureza conspirativa, mas pode também não ser necessariamente esse o caso. Este conceito é muitas vezes usado em trabalhos acadêmicos, notavelmente no domínio das Relações Internacionais, onde se procura traçar cenários realistas, com base em fatos, acerca do impacto de novos elementos da sociedade moderna e de como esta evolui. Um exemplo de um tema nesta disciplina é a chamada revolução dos assuntos militares, em que se procura discutir o impacto das novas tecnologias na forma de se fazer a guerra.

A peça fundamental do quebra-cabeça da Nova Ordem Mundial é a identidade do Anticristo ou  Anti-Messias, a figura tirânica que irá presidir a Nova Ordem Mundial. A ideia de uma “Nova Ordem Mundial” tem o potencial para mover a política global em sentidos profundamente negativos. Desde a Segunda Guerra Mundial, tem se falado no Armagedom, que viria através do armamento nuclear, dando assim a inevitabilidade bíblica às perspectivas de aniquilação do mundo.

Nova Ordem Mundial

A Nova Ordem Mundial é um conjunto de iniciativas que visam à implantação de um governo mundial estruturado em camadas, mas centralizado em uma entidade global – talvez a ONU, talvez uma que venha a ser criada. Deste centro sairão organizações específicas com ramificações em todos os países. Boa parte desta estrutura já existe, está distribuída entre os milhares de organismos estatais nacionais e internacionais e pelas organizações não-governamentais reunidas sob o guarda-chuva da ONU, diversas outras estão sendo criadas sem a participação de parlamentos e governos locais, às vezes com o completo desconhecimento destes.

Para o sucesso desta nova ordem que está sendo implantada é importante que toda uma nova realidade seja criada para que não surjam incoerências culturais entre a população e a nova forma de controle social. Para que a cultura não seja um empecilho, é necessário modificar todos os hábitos e costumes enraizados na sociedade. Como este não é um plano novo, é possível encontrar iniciativas no sentido de destruir valores ocidentais há mais de um século. a concentração destes ataques, no entanto, tem acelerado a cada década.

Nos anos de 1920, muitas das ideias atualmente implantadas já estavam nas conversas reservadas de aristocratas europeus convencidos de que tinham uma solução para o mundo. Aldous Huxley, participante de algumas dessas reuniões, percebeu não apenas como seriam implantadas, mas as suas consequências nefastas e as deixou gravadas em seu livro chamado de “Admirável mundo novo”. Outros confiantes nos planos nascentes, os chamados “Socialistas Fabianos”, já planejavam aspectos e detalhavam o seu utópico funcionamento em seus livros, como fez o escritor H.G. Wells. Mais tarde, George Orwell foi outro inglês que percebeu a aracapuca que estavam armando para o povo no futuro e escreveu o seu famoso livro “1984” e outros.

A Nova Ordem Mundial será uma ditadura global totalitária, socialista, culturalmente coletivista, com valores próprios e completamente diferentes dos valores praticados atualmente pela maioria da população. Está Nova Ordem estará ancorada num sistema financeiro internacional sem lastro algum, em regras totalitárias supostamente cientificas, com todas as atitudes humanas controladas pelo Estado, este controlado por uma elite política, e acima desta um grupo de pessoas ricas que controlam todas as corporações e o sistema financeiro, além da mídia. A corda que controla e guia os bonecos de marionetes.

Por controlarem os bancos, controlam também os investimentos, o crédito, o valor das mercadorias, serviços, financiando os partidos que fingem concorrer pelo controle e poder do Estado, fazendo a famosa Estratégia das Tesouras, controlando as políticas de Direita e da Esquerda de um país. Além disso, controlam suas fundações, institutos e as universidades que irão influenciar a opinião pública, publicando artigos científicos, incentivando movimentos e campanhas, controlando também uma mídia homogênea promovendo hábitos e revolucionando valores no mesmo ritmo que seus conglomerados privados que irão engolir a concorrência por usufruírem de sua promíscua relação com o Estado. Criando um ciclo perfeito de Ditadura eterna.

A única diferença desta Ditadura global, das antecessoras, além da dimensão, serão algumas características do socialismo fabiano, como a presença de um capitalismo semi-privado oficial, diferente do mercado negro soviético e mais próximo da China atual. Será uma Ditadura totalitária comunista controlada por banqueiros.

A partir de instalada, a nova ditadura vai eliminar toda e qualquer oposição verdadeira e só permitirá desvios dentro de ideias pré-estabelecidas.

“É nossa política fomentar guerras, mas sempre dirigindo a Conferência de Paz, de modo que nenhuma das partes do conflito possam ter ganhos territoriais. As guerras devem ser dirigidas de tal maneira que as Nações envolvidas em ambos os lados, sempre acabem se afundando mais em sua dívida e, portanto, cada vez mais sob o nosso poder .” – Mayer Amschel Rothschild

Executando ideias de controlar todos os lados de um conflito, sendo essa a única forma de controlar um conflito, como declarou o próprio Lord Amshel Mayer Rochschild, um dos proeminentes idealizados deste projeto da Nova Ordem Mundial.

Metas e planos de implementação da Nova Ordem Mundial

Os Estados Unidos é uma nação governada por detrás dos bastidores por uma elite secreta conspirativa com desejos ocultos, ou seja, um pequeno grupo secreto quer mudar o sistema de governo e colocar o país sob o controle de um governo mundial.

No passado, os conspiradores foram normalmente chamados de comunistas que estavam decididos a trazer aos Estados Unidos um governo mundial parecido com a União Soviética, mas com a dissolução da URSS em 1991 acabou sendo criada essa nova teoria. A Organização das Nações Unidas será a força provável controladora de uma Nova Ordem Mundial.

A população mundial de 8 bilhões de pessoas é governada por uma elite de menos de 6.000 indivíduos. Até o final do século 20, os governos das grandes potências forneceram a maioria da classe dos super ricos, acompanhados de algumas cabeças de movimentos internacionais (isto é, o Papa da Igreja Católica) e empresários (Rothschilds, Rockefellers). No início do século 21, a influência desproporcional da classe dos super ricos sobre a política nacional foi até construtiva, mas eles sempre estão interessados apenas em interesses pessoais, eles utilizam da corrupção e de governos opressivos, para fazer negócios nos países de todo o mundo.

A história do mundo é basicamente a história da guerra entre as sociedades secretas, as famílias mais ricas do mundo fundaram o Grupo Bilderberg, Bohemian Club, Clube de Roma, Conselho de Relações Exteriores, Skull and Bones, Comissão Trilateral, e grupos de reflexão semelhantes, além de outros clubes privados, eles formam uma elite de conspiradores tramando para impor uma totalitária Nova Ordem Mundial, implementando um governo mundial autoritário controlado pela Organização das Nações Unidas e um Banco Central Global, que mantém o poder político através do controle da economia, controle da mídia, da vigilância em massa, e do uso generalizado do terrorismo de estado.

Controle populacional

A Nova Ordem Mundial está sendo implementada através do controle populacional, a fim de monitorar e controlar mais facilmente o movimento dos indivíduos. Os meios variam como o de parar o crescimento das sociedades humanas através da saúde reprodutiva e de programas de planejamento familiar, que promovem a abstinência, o uso de contracepção e aborto, ou reduzem intencionalmente a maior parte da população mundial através de genocídios através de guerras desnecessárias, por meio de pragas, criadas pela engenharia e através da criação de vírus e vacinas, além de desastres ambientais provocados por armas secretas que controlam o tempo como o (HAARP, Chemtrails), etc. Os globalistas lutam para implementar uma Nova Ordem Mundial, todos seguindo o conceito neo-malthusiano dedicando-se a dizer que o mundo possui uma superpopulação, além disso, querem criar alarmismos sobre as mudanças climáticas, a fim de conseguir o apoio do público para o controle populacional coercitivo e, finalmente, a criação do governo mundial tirânico e autoritário. A Agenda 21 teve o objetivo de reconcentrar as pessoas em áreas urbanas e despovoar as áreas rurais.

Os globalistas querem criar uma nova eugenia “guerra contra os fracos” igual ao antigo movimento que ocorreu nos Estados Unidos durante as primeiras décadas do século 20, e continuou durante a década de 1940 e 1950, e, foi desaparecendo na década de 1960.

A fluoretação da água, a vacinação em massa,  os programas e serviços de saúde mental, são na verdade planos de longo alcance de um regime ditatorial e tirânico, que quer fazer a população mundial ficar adormecida e idiotizada.

O crescimento do internacionalismo, particularmente a Organização das Nações Unidas e os seus programas; a introdução de programas de bem-estar social, em particular os vários programas estabelecidos pelo New Deal; e os esforços do governo para reduzir as desigualdades na estrutura social dos EUA, são na verdade engenharia social para controlar e escravizar as pessoas.

Controle Mental

Os governos, corporações e os meios de comunicação estão envolvidos na fabricação de um consenso nacional e global, criando uma cultura do medo devido ao potencial aumento do controle social que uma população desconfiada e mutuamente temendo pode oferecer para quem está no poder.

A Nova Ordem Mundial será implementada através do uso do controle da mente, é em breve será possível provar que a telepatia é algo possível e existente e que a mente das pessoas, podem ser lidas e controladas. As táticas capazes de subverter o controle de um indivíduo de seus próprios pensamentos, comportamentos, emoções, ou decisões.

Essas táticas incluem tudo, como a lavagem cerebral (Projeto MKULTRA, Projeto Monarch) para engenharia de operações psicológicas (a fluoretação da água, mensagens subliminares, telepatia) e operações psicológicas (Projeto Stargate) para influenciar as massas.

A Nova Ordem Mundial é uma conspiração abrangente que envolve o controle da mente, controle populacional, ocultismo, abuso de vigilância, o governo.

Vigilância em massa

O abuso da vigilância é mais uma faceta da Nova Ordem Mundial que está sendo implementada pelo culto da inteligência e da informação através da vigilância em massa e do uso de inúmeras ferramentas de segurança social, como o Código de Barras, mais recentemente, a etiquetagem através do chip RFID, os implantes de microchips na pele dos cidadãos, o sistema de posicionamento global, mais conhecido pela sigla GPS (global positioning system), e os VANTs (drones), Veículos Aéreos Não Tripulados para vigiar ou atacar cidadãos e edificações..

As corporações e o governo planejam acompanhar cada movimento dos consumidores e cidadãos com o chip RFID, lembrando muito o livro “1984” de George Orwell. A Bíblia Sagrada estava certa quando disse que a marca da besta iria fazer só as pessoas que a possuíssem, comprar ou vender, essas tecnologias são semelhantes ao que foi profetizado no livro do Apocalipse.

Gradualismo do Plano da Nova Ordem Mundial

A Nova Ordem Mundial está sendo implementada gradualmente, podem notar que a sua formação se deu com a criação do Sistema da Reserva Federal dos Estados Unidos em 1913; a Liga das Nações, em 1919; o Fundo Monetário Internacional, em 1944; Nações Unidas em 1945; o Banco Mundial em 1945; a Organização Mundial da Saúde em 1948; a União Europeia e o euro em 1993; a Organização Mundial do Comércio em 1998; a União Africana, em 2002; e a União das Nações Sul-Americanas em 2008 como marcos principais.

A hipotética união norte-americana e a criação da moeda “Amero”, foi proposta pelo Conselho de Relações Exteriores e os seus homólogos no México e no Canadá, sendo este o próximo marco na implementação da Nova Ordem Mundial. Sabe-se que um grupo de elite está planejando substituir o governo federal dos Estados Unidos para um governo transnacional. Acredita-se que as fronteiras entre México, Canadá e Estados Unidos irão ser apagadas, secretamente, por um grupo de globalistas cujo objetivo final será substituir os governos nacionais em Washington, DC, Ottawa e Cidade do México, em um plano parecido com o da União Europeia.

Ocultismo

As teorias dos primeiros mistagogos(“condutor de mistérios”) do gnosticismo e perpetuada pelos seus esotéricos sucessores, como os cabalistas, cátaros, Cavaleiros Templários, hermetistas, rosacruzes, maçons, e, finalmente, os Illuminati estão tentando subverter os fundadores do mundo ocidental (judeus e cristãos) e implementar uma Nova Ordem Mundial através de uma religião mundial, que prepara as massas para abraçar o culto imperial do Anticristo.

Em termos mais amplos, sabe-se que os globalistas que maquinam em nome de uma Nova Ordem Mundial são dirigidos por agências ocultas de algum tipo: superiores desconhecidos, hierarquias espirituais, demônios, anjos caídos e / ou Lúcifer.

Os conspiradores usam o poder de ciências ocultas (numerologia), símbolos (Olho de Hórus), rituais (graus maçônicos), monumentos (Obeliscos), edifícios e instalações para avançar em seu plano para dominar o mundo.

Em junho de 1979, uma pessoa desconhecida sob o pseudônimo de “RC Christian” construiu um monumento em granito localizado no Condado de Elbert, Geórgia, Estados Unidos, que age como uma bússola, um calendário e relógio. Uma mensagem que compreende dez guias está inscrito na estrutura oculta em muitos idiomas diferentes para servir como instruções para sobreviventes de um evento do fim do mundo a fim de estabelecer uma civilização mais esclarecida e sustentável do que a que foi destruída pelo Armagedom. As Pedras guias da Geórgia “Georgia Guidestones” atraiu alguns seguidores da Nova Era e neo-pagãos para reverenciá-la enquanto alguns teóricos da conspiração estão convencidos de que elas contenham os dez mandamentos do anti-cristo e da Nova Ordem Mundial .

Golpe de Estado

A Nova Ordem Mundial será implementada através de um dramático golpe de Estado feito por uma ” elite secreta “, nos EUA e em outros Estados-Nação para implementar o governo mundial totalitário controlado pela Organização das Nações Unidas e tendo as tropas de estrangeiros das forças de paz da ONU como o exército mundial. Este golpe militar irá suspender a Constituição, impor a lei marcial, e fazer a nomeação de comandantes militares para dirigir governos estaduais e locais e deter dissidentes.

Para conseguir implementar esse plano, o Governo irá fazer o controle das armas, deixando a população sem meios para se defender, criando uma legislação que trará a total abolição da posse de armas pessoais, criando uma campanha de confisco de armas, além da criação de campos de refugiados, como os campos da FEMA, existentes nos Estados Unidos, esses campos de concentração serão usados para o internamento de suspeitos e subversivos.

Os ataques de 11 de setembro de 2001 foram uma operação de bandeira falsa (false flag) realizada pela comunidade de inteligência dos Estados Unidos, como parte de uma estratégia, para gerar uma tensão que justificasse a repressão política no país e também uma guerra preventiva no exterior, esse incidente terrorista foi o responsável por desencadear a Diretiva Executiva 51, a fim de fazer a transição para um estado policial totalitário.

Origem da NOM – Nova Ordem Mundial

Todo movimento imperialista tem uma primeira “filosofia” depois passa por um período de debate para finalmente aparecer ao público. A NOMNova Ordem Mundial com essa configuração surgiu a muito tempo atrás, no antigo Egito, por isso as sociedades secretas atuais traçam sua fundação até o Egito antigo.

esfinge

O Egito faraônico foi a primeira superpotência mundial, antes deles existiram civilizações organizadas, porém eram regionais. O Egito foi herdeiro de todo o conhecimento das civilizações anteriores e criaram um império que possuía: invenções, livros, cultura, civilização sendo a versão oficial da renascença europeia, mais um mito histórico, o Egito e outras civilizações já possuíam elementos avançados como: pirâmides, estradas, exércitos, realizava comércio com entrega de produtos que saiam do Egito e iam até a Ásia, tendo grande parte do nosso cotidiano atual já sendo vivido no Egito antigo. Os conhecimentos mais avançados eram apenas passados para os iniciados nas sociedades secretas que governavam o império.

Naquele Egito existia um grupo de pessoas que la habitavam mais não eram egípcios: os HICSOS, deduz-se que esse termo traduzido seja Governantes Estrangeiros. Os HICSOS eram na sua maioria povos semitas e possuíam várias subdivisões: asiáticos, africanos, cananitas e etc. No meio de todo esse sincretismo, destacava-se a herança do último grande império antes do Egito, que foi a Mesopotâmia/suméria. A ideologia principal do império mesopotâmico consistia em seguir e crer no termo NIBIRU, esse termo atualmente é muito conhecido mas não tem originalmente nada haver com um planeta, vem de ni-bu-rum que significa o solstício de verão e as constelações relacionadas.

O Deus máximo dos sumérios Marduk recebeu o título de Nibiru por ter entrado no meio de Tiamat; Nibiru significa aquele que captura o meio. Como ponto mais alto do caminho dos planetas, nibiru era considerado o trono do deus supremo que pastoreia as estrelas como ovelhas, na Babilônia identificado como Marduk. Logo, na suméria surgiram elites denominados povos de marduk ou povos de NIBIRUM, a qual essas elites também alegavam ter o direito divino de governar as ovelhas (povo).

Egito faraônico

Na Palestina, os Hicsos que sobreviveram do conflito entre Egipcios X Hicksos, eram compostos na sua maioria pelos HIBIRUM que após derrotar e destruir vários povos no caminho, porque possuíam tecnologia de armas e técnicas do maior império da época, o Egito, fundaram no local uma nação. O nome da nação é uma homenagem as principais culturas que formavam aquele povo: ISRAEL

  • ISIS (principal Deusa egípcia),
  • Ra (principal Deus sol egípcio),
  • El (principal Deus cananita).

Séculos depois quando o Egito faraônico perdeu sua força, Israel passou a ser visto como herdeiro dos conhecimentos egípcios. Em Israel se criou um templo, que era governado por sociedades secretas nos moldes Egípcios, isso é por exemplo citado no livro bíblico de Ezekiel que encontra membros das sociedades secretas no templo.

ISRAEL

Essa sociedade secreta de Israel era governada pelo sinédrio e tinha o braço armado publico chamado de ZELOTES. Herdeiros da ordem egípcia eles criaram sua própria ordem nos séculos III-II-I AC até I DC e desafiaram o poder europeu da época (Império Romano) terminando sendo derrotados em 70DC pelo general Vespasiano. Depois, alguns remanescentes liderados por Simão bar Kokhba tentaram reverter a situação mais foram também derrotados em 150DC pelo imperador Adriano. O cristianismo nasceu em 70DC pelas mãos da aristocracia romana para combater a ordem do templo de Israel criando uma ideologia religiosa global para concorrer com eles. Em 70DC foi escrito o evangelho segundo Marcos em língua grega e o livro é totalmente pró-roma.

No final do Império Romano alguns adeptos ideológicos de Israel, ricos financeiramente começaram a influenciar. Isso fez com que o Império romano reagisse adotando o cristianismo de forma oficial no século IV. Após a queda do império e elites romanas a influência pró-Israel cresceu de modo que séculos após surgiu uma sociedade secreta paramilitar idêntica ao zelotes/sinédrio: eram chamados “Cavaleiros Templários“, templário vem de TEMPLO DE SALOMÃO, onde Israel era governado e existia a sociedade secreta herdeira do Egito, aquela que os romanos destruíram em 70DC.

Séculos depois a esses eventos para mostrar que os templários enfraquecidos jamais foram cristãos e que nunca representaram a Igreja/Europa foi convocado o Concílio de Viena (16 de Outubro de 1311) onde a Igreja Católica excomungou os Templários e o Rei da França, deu um golpe financeiro neles e os baniu da Europa sob a comprovação de nunca terem sido cristãos. Os templários fugiram para o lugar mais inóspito possível na Europa: a Escócia. De la, com os conhecimentos que aprenderam no oriente médio e o dinheiro que lhe restaram ajudaram um homem chamado “Jonny the bruce” neto de Robert the Bruce a conseguir a independência da Inglaterra. No decorrer daquele tempo, a Inglaterra estava frágil e os templários propuseram a eles uma unificação de Inglaterra, Escócia e outros reinos, o que resultou na criação do Império
Britânico.

O islã muçulmano ou latinizado do árabe MUSLIM na África se diziam MUSSUM, dai surgiu a palavra MASOM, em fato essa palavra tem milênios e é conhecida em vários idiomas, em francês ela era usada para dignificar o trabalhador humilde, pedreiro, em árabe ela significa algo muito parecido : “o humilde submisso”, o islã começou na Arabia Pré-islamica no meio de pedreiros oprimidos, sendo essa nova versão oficial dos templários agora chamados Maçonaria.

Maçonaria

A igreja católica descobriu o plano templário, excomungou a organização Demolay e no dia 18 de março de 1314, Jacques de molay, foi condenado pelo rei da França, “Felipe o Belo” e pela igreja de Roma, pelo Papa Clemente V a morte na fogueira. Foi desta forma que chegou a criação da maçonaria.

estrela de david

O símbolo da maçonaria nada mais é do que uma estrela de Davi feita com régua e compasso. Finalmente, os feitos, o reinado de terror, a explosão de ódio satânico contra a Igreja, contra o cristianismo, as horríveis blasfêmias em que prorrompiam os revolucionários maçons da França, não são mais do que a expressão e o cumprimento das aspirações das seitas cabalísticas e secretas que durante tantos séculos vinham trabalhando secretamente contra o cristianismo e outros.

Fundação da Nova Ordem Mundial

Com o plano todo feito e arquitetado e agora fortes e com todo o poder em mãos e na mente, os maçons/templários/sionistas participaram da fundação dos EUA em 4 de julho de 1776, a data foi escolhida como vingança pela derrota para Saladino, rei do Egito (Saladin) séculos antes.

EUA

Os EUA foram projetados para ser a base da Ordem. Pouco mais de 10 anos após fundarem os EUA, em 1789-1799, eles se vingaram da coroa francesa e fizeram a Revolução Francesa: com esses dois passos que ocorreram rapidamente ficou estabelecido uma nova burguesia no lugar antes ocupado pela Igreja Católica e começava a nascer o embrião da ordem que tinha o objetivo desde essa época de implantar em todo o mundo a Nova Ordem Mundial.

Com a derrota da Alemanha Nazista na Segunda Guerra Mundial, foi criada em Nova York a sede da ONU, um dos instrumentos da Ordem Mundial. Logo em seguida para comprovar seu poder, em 1948 acontece a criação do estado de Israel, chamado em árabe de NAKBA, sendo essa a maior vitória da ordem mundial em todos os tempos, pois o plano judaico sionista maçônico conseguiu um dos seus principais objetivos que fora bloqueado por milênios. Para controlar tudo foram criados dois sistemas idênticos nos mesmos moldes da Revolução Francesa, o que deu origem ao termo direita (Capitalismo) e esquerda (Comunismo), ambos compostos por maçons que concluíram a revolução.

  • Capitalismo: neoliberalismo, direita, conservadores, republicanos, que são dominados pelas famílias mais importantes do mundo.
  • Comunismo: socialismo, esquerda, liberais, democratas, que são dominados pelos judeus sionistas: Moderchai Levy (Karl Marx), Vladimir Ulyanov (Lenin), Levi Broinstein (Leon Trotsky), Stalin, Mikhail Garber(Mikhail Gorbachev) foi Gorbachev que acabou com a URSS que foi uma filial da Ordem Mundial. Antes, a Ordem Mundial fez uma revolução na Rússia em 1917 derrotando a autocracia russa, e depois do Governo Provisório (Duma), resultou no estabelecimento do poder soviético sob o controle do partido bolchevique de forma muito parecida com o que ocorreu na Revolução Francesa.

É dessa forma que instituições como: Comitê dos 300, Conselho das Relações Exteriores (Council Foreign Relations (CFR) a Comissão Trilateral, o Clube de Roma, Clube de Bilderberg, à Fundação Marshall da Alemanha, vem dando as cartas no mundo para implementar a Nova Ordem Mundial.

socialismo

Os ocultistas ao criar o seu movimento governamental, Símbolo Socialista, usaram o martelo de Thor (jupiter/Mitra) e a foice de Saturno (Kronos), com a cor vermelha de Marte (guerra).

grande-selo-eua

No Grande Selo dos Estados Unidos (Great Seal of the United States) é utilizado para autenticar determinados documentos emitidos pelo governo dos Estados Unidos. A expressão é utilizada quer para designar o selo físico (na posse do Secretário de Estado) e, mais genericamente, para designar o símbolo. O Grande Selo foi usado publicamente pela primeira vez em 1782. O Grande Selo contém dez características de treze. A primeira aparição do número treze no Selo está na constelação de estrelas retratado acima da cabeça da águia, do lado inverso. Oficialmente, o número treze representa as treze colônias. O número treze é o número da transformação e renascimento, e possui significados ocultos. Em 1314, de Molay foi condenado a fogueira. Quando exilado da França, os Templários se mudaram à Inglaterra, pelo rei Stephen e estabeleceu o Rito de York da Maçonaria (Rite York), com treze níveis. O número treze é também representante dos membros da Ordem da Jarreteira cuja tradução correta seria Ordem da Liga (em inglês: Order of the Garter), fundada pelo Rei Edward III (Eduardo III) em 1349.

Ordem da Jarreteira

O rei Edward III (Eduardo III) fundou a Ordem da Jarreteira como uma sociedade, uma companhia e uma escola de cavaleiros. Notamos também que no Selo dos Estados Unidos a forma de uma estrela de 6 pontas. Ela é amplamente reconhecida como um dos mais poderosos símbolos ocultos e está associada com o culto de Saturno.

O culto a Saturno nunca terminou e seus rituais ainda estão presentes até nossos dias atuais. Saturno, apelidado de “Senhor dos Anéis”, é a razão pela qual nós trocamos anéis em casamentos ou colocamos auréolas sobre as cabeças de pessoas santas. Os atributos do Deus Saturno e da perpetuação de seu culto através da cultura popular. Antes do Dilúvio, Saturno era considerado por toda a humanidade como o Deus supremo e soberano dos reis. Pesquisadores afirmam que Saturno governou o reino da Atlântida e se tornou o ancestral divino de todos os patriarcas e reis da terra.

Saturno é chamado Cronos, é o “deus” símbolo do Tempo que devora todas as coisas transitórias, como a personagem da teogonia grega, que devorava seus próprios filhos temendo ser superado por um deles. Saturno, que foi destronado por Júpiter (Zeus), representa o espírito estimado a coisas antigas e à melancolia além de experiência. No horóscopo ele está ligado aos signos de Capricórnio e Aquário. Saturno e a Lua, em sua fase minguante, é o astro preferido dos magos negros e suas influências são, em geral, consideradas maléficas do ponto de vista humano.

Saturno é associado aos seguintes seres e objetos do mundo material, sendo que sua cor é o chumbo, negro metálico e seu dia da semana o sábado, o seu metal é o chumbo para fazer seus talismãs, as pedras de Saturno são a pedra-imã e calcedônia. São de Saturno os venenos que entorpecem e atordoam, como a maior parte das solanáceas. As plantas que parecem não produzir frutos; as que produzem raízes, folhas ou galhos negros, como a Figueira Negra, O Pinheiro e o Cipestre; as que têm gosto amargo, com odor forte, como o Aipo Silvestre, consagrado a Plutão. E por fim os animais de Saturno são a poupa, toupeira e sapo; siba.

Coincidência ou não, foi no planeta Saturno em sua lua gigante Titã que o chamado ‘ouro negro’ que é o petróleo foi descoberto de forma ilimitada, sendo que isso não é admitido, já que essa é uma das principais fontes de energia atuais do mundo, usadas para a implementação da Nova Ordem Mundial, sendo que desde a Primeira Guerra Mundial, a ciência em todo o mundo ensina o fato dogmático que o petróleo é um ‘combustível fóssil’, é de conhecimento público que os cientistas da NASA notaram a presença de gás metano abundante de uma natureza não-biológica na lua gigante Titã, do planeta Saturno, uma descoberta que valida a explicação que diz que o petróleo não é um combustível fóssil.

“Determinamos que o metano de Titã não é de origem biológica”, Hasso Niemann, do Centro de Vôo Espacial Goddard, um investigador da NASA responsável pelo equipamento chamado “Gas Chromatograph Mass Spectrometer”, instalado na nave Cassini-Huygens, que pousou em Titã em 14 de janeiro de 2008. Niemann conclui que “o metano precisa ser renovado por processos geológicos em Titã”.

A NASA confirmou que suas sondas científicas descobriram gás metano em abundância em Titã, uma das luas de Saturno. Este fato deveria ser divulgado amplamente. Entretanto, a NASA também teve de confrontar a realidade que, já que Titã não tem uma atmosfera, e como não há evidência alguma que já teve, o metano em abundância precisa ser de origem não-biológica! Esse gás metano abundante em Titã está sendo constantemente renovado! Sendo isto possível, não havendo vida animal ou vegetal em Titã. Chegamos a conclusões óbvias que essa reposição está sendo causada por processos geológicos, o que significa que os primeiros suprimentos de metano em Titã foram produzidos por processos geológicos.

“Argumentamos que o petróleo e o gás natural são produtos abióticos, não combustíveis fósseis criados biologicamente pelos resíduos de dinossauros mortos e antigas florestas’. O metano já foi criado de forma sintética em laboratórios e agora a NASA confirma que o metano abiótico existe de forma abundante na lua Titã.” Co-autor Jerome R. Corsi

Esta descoberta confirma um dos principais argumentos em ‘O Poder do Ouro Negro: O Mito da Escassez e a Política do Petróleo’.

Se os cientistas descartaram que processos biológicos criaram o metano em Titã, não dá pra entender porque os petrogeólogos do planeta Terra ainda argumentam que o gás natural da Terra é de origem biológica. Podemos chegar a conclusão que esses líderes querem obter o controle sobre o mundo, após planejar tudo desde 1776 com a criação dos Illuminati, somente para iludir a todos que restam apenas 100-200 anos de suprimentos. A maior motivação que esteve por trás dos programas espaciais da NASA foi descobrir outro planeta similar à Terra para o qual os Illuminati e suas famílias poderão escapar antes que a Terra fique sem petróleo e outros produtos necessários para a vida, como água potável!

Portanto, no caso dos produtos derivados do petróleo, a premissa que a Terra está ficando sem petróleo não se sustenta mais. Foi por isso, que foram criados vários temores globais, para apavorar o público e as massas para a escassez do petróleo a fim de convencer a humanidade que nossa civilização industrial deve ser desmantelada.

Culto de Saturno

O culto a Saturno foi perpetuado através de numerosos deuses durante a Antiguidade. Na mitologia egípcia, Isis é considerada a filha mais velha de Saturno.

culto a Saturno

Por isso que as civilizações semitas se referem ao Deus Saturno como “El”. A divindade suprema era representado por um Cubo Preto.

George Washington

Notamos que no Capitólio dos Estados Unidos da América existe a escultura de George Washington, similar a figura de Baphomet. O Congresso dos Estados Unidos contratou Greenough para criar uma estátua para exibição na rotunda do Capitólio dos Estados Unidos. George Washington (1840) é uma escultura enorme esculpida por Horatio Greenough a pedido da comissão do centenário do presidente dos Estados Unidos George Washington que nasceu em 1732. Oficialmente a história diz que Greenough modelou sua figura maciça de 30 toneladas do “Enthroned Washington” sobre a grande estátua de Zeus Olympios que era uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo (destruída na Antigüidade). Washington olha severamente para frente. Ele está sem camisa e seu braço direito e sua mão faz um gesto com o dedo indicador em riste para o céu. A palma de sua mão esquerda e antebraço segura uma espada embainhada, o punho para a frente, simbolizando Washington virar o poder ao povo, na conclusão da Guerra Revolucionária Americana.

Atribui-se ainda a Saturno a criação de divindades como Juno ou Hércules e de heróis como Rómulo. O sábado é o dia consagrado a Saturno. Hebreus antigos representavam Saturno como uma estrela de seis pontas, o que mais tarde se tornou a Estrela de David que também possui outros significados esotéricos. O símbolo ainda é encontrado na bandeira de Israel.

baphomet

Cabra Sabática (que Eliphas Lévi identificou como o Baphomet, ídolo supostamente adorado pelos Cavaleiros Templários) (Baphomet) conhecido como Osiris, o Homem perfeito de Preto, Pan, Satanás, Saturno, Deus negro, Deus da natureza (chifres). Diabo significa homem no físico. O homem criou a partir do sangue dos Titãs (666). Inferno – Heil o que significa a terra. Significa, também, a serpente no Jardim do Éden, a energia Kundalini que está no interior de nós. O inferno é o Chakra Raiz, que é vermelho.

O bode que é representado no nosso frontispício, traz na fronte o signo do pentagrama, com a ponta para cima, o que é suficiente para fazer dele um símbolo de luz; faz com as mãos o sinal do ocultismo, e mostra em cima a lua branca de Chesed e embaixo a lua preta de Geburah. Este sinal exprime o perfeito acordo da misericórdia com a justiça. Um dos seus braços é feminino, o outro é masculino, como no andrógino Khunrath, cujos atributos tivemos de reunir aos do nosso bode, pois que é um único e mesmo símbolo. O facho da inteligência que brilha entre seus chifres é a luz mágica do equilíbrio universal; é também a figura da alma elevada acima da matéria, como a chama está presa ao facho. A cabeça horrenda do animal exprime o horror do pecado de que só o agente material, único responsável, deve para sempre sofrer a pena: porque a alma é impassível por sua própria natureza, e só chega a sofrer, materializando-se. O caduceu, que está em lugar do órgão gerador, representa a vida eterna; o ventre coberto de escamas é a água; o círculo que está em cima é a atmosfera; as penas que vem depois são o emblema do volátil; depois, a humanidade é representada pelos dois seios e os braços andróginos desta esfinge das ciências ocultas.” Mago ocultista francês, Alphonse Louis Constant (1810-1875), conhecido por seu pseudónimo “Eliphas Levi“, em sua obra “Dogma e Ritual da Alta Magia” (Dogmes et Rituels de la Haute Magie)

Em uma edificação da cidade de Charlotte, nos Estados Unidos, edifício  concluído em 1992 com 60 andares vemos algumas coisas interessantes e curiosas em seu hall de entrada.

Ao observar um detalhe da imagem da direita, notamos o Arbusto Ardente, a Mulher no Cubo e a Pirâmide, que fica no looby do Bank of America Corporate Center, um dos arranha-céus mais altos do mundo, com 265 metros (871 ft).

Atrás do menino, há uma árvore em chamas, que é uma referência ao Arbusto Ardente do Antigo Testamento. A sarça/arbusto ardente é de grande importância no ritual maçônico, especialmente para o grau 33, cujos membros são considerados como “juntos da Sarça Ardente”. “No terceiro êxodo é registrado que, enquanto Moisés estava apascentando o rebanho de Jetro, no Monte Horeb”, “o anjo do Senhor lhe apareceu em uma chama de fogo do meio de um arbusto”, e lá comunicou a ele pela primeira vez o seu Nome Inefável. Esta ocorrência é comemorada na Sarça Ardente do Arco Real. Em todos os sistemas da Antiguidade, o fogo é adotado como um símbolo da Divindade; e a Sarça Ardente, ou o arbusto cheio de fogo que não consome, de onde saiu o Tetragrammaton, o símbolo da Divina Luz e Verdade, é considerado nos avançados graus da maçonaria, como o Oriente na parte inferior, como a grande fonte da verdadeira luz maçônica, portanto Conselhos Supremos do trigésimo terceiro grau colocam suas balaústres ou documentos oficiais, perto da “S.A.” ou Sarça Ardente, para que pensem que eles são, em seu próprio rito, a fonte exclusiva de toda a instrução maçônica“. (Albert G. Mackey, Enciclopédia da Franco-Maçonaria)

Para terminar, embora a frente do Grande Selo dos Estados Unidos seja misteriosa o suficiente, o verso é ainda mais incomum. A parte mais enigmática atrás do selo é a combinação de um “olho que tudo vê” (Olho de Hórus) ou “olho da providência” e uma pirâmide. Hórus era o filho de Osíris e Ísis. Uma de suas formas mais comuns é como o deus do sol nascente, símbolo e personificação da luz, sendo que o  objetivo do iluminismo é declarado pela presença do Olho de Hórus. O olho de Hórus fica no topo de uma pirâmide inacabada, com treze níveis. Seus treze níveis possuem um significado duplo. De um lado, eles representam os treze níveis do Rito de York da Maçonaria, e do outro, o Código da Cannabis.

Tanto que os ocultistas colocaram o número 420 como o 4:20 código de referência ao consumo de maconha (cannabis). O significado está relacionado com a data 20 de abril, escolhida para celebrar o Dia da Erva ou Dia da Maconha. Também é comum ver escrito 4/20 ou 420. Em muitos países, o 20 de abril (4/20) é celebrado pelos apreciadores da erva, nitidamente usaram a matemática e os números para identificar esse conceito a nível global.

Podemos notar também que a Cannabis sativa antigamente era usada a sativa para fabricar as cordas, e as cordas servem para prender, o que é atribuição da Polícia, foi deste movimento que surgiu as leis internacionais para coibir a Cannabis sativa, criando a famosa Guerra contra as Drogas e etc, notamos isso claramente no selo dos EUA, fazendo alusão ao Código da Cannabis.

Alquimia

A Alquimia é a transformação de metais em ouro, percebemos também que o dinheiro utilizado até pouco tempo atrás, tinha o seu lastro em ouro, podemos interpretar desta forma, que o aviso da Bíblia Sagrada relatado a seguir, poderia ser uma previsão de que aqueles que não tiverem ouro, não poderão mais comprar nem vender absolutamente nada.

A alquimia pertence a História da Ciência Maçônica. Existiu uma pedra cuja referencia tinha valor alquímico além de metafísico, estando sujeito a pesos e medidas, como acontece com a referida pedra. É documentado os seguintes pesos nas suas diversas memórias: 2666 arráteis, como informa a inscrição latina, e isto corresponde a mais de uma tonelada; 1666, emendados para 2666. Notamos então dois pesos no mesmo texto – 2666 e 1666 -, considerando assim 1666 um número certo, apesar de ter sido corrigido. É de mil a diferença entre 2666 e 1666, parece muito significativa. Porém, o real significado de tudo isso é que nos dois pesos possuem algo comum, o número 666, e este, sim, é o verdadeiro peso da referida pedra na balança da simbologia da alquimia. Por fim, notamos também uma coincidência incrível que o número 666 é citado na Bíblia Sagrada, como o número da besta em Apocalipse 13:18. No livro Apocalipse de São João, Deus aparece julgando e destruindo o mal.

E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na mão direita ou na testa, para que ninguém possa comprar ou vender , senão aqueles que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, porque é número de homem; e seu número é seiscentos e sessenta e seis.” Livro do Apocalipse (Livro de Revelações escrito por João), no capítulo 13.

Quando Deus percebeu a intenção dos construtores de Babel, sua decisão foi confundir-lhes a língua a fim de espalhá-los pela face da terra. Os ocultistas, pretendendo continuar a obra de Babel (unificação em todos os aspectos – político, cultural, econômico, linguístico), usam a matemática para se comunicar e difundir seus projetos. Diante de todas as linguagens que foram confundidas existe a linguagem perfeitamente compreensível, onde qualquer idioma pode entender. Essa linguagem é a matemática. Uma língua universal!

As sociedades secretas se relacionam precisamente com os números e com esta concepção de que os números (ou, pelo menos, alguns números), mais do que meros símbolos de quantidade, refletem essências, qualidades. Parte do estudo dos símbolos a que os ocultistas se dedicam tem como objeto precisamente o estudo do que simbolizam os (ou determinados) números.

Os matemáticos usam a letra grega Fi (vigésima-primeira letra do alfabeto grego) para a designar, no sistema numérico grego vale 500, mas a Secção Áurea pode ser apresentada usando a fómula (1+V5)/2 ou o número 1,6180339… A sua história começa com cálculos feitos em placas de argila na Babilónia e pode ser seguida até aos fractais da era digital. O homem tentou assim descobrir o “plano divino” em todas as coisas e nesta fascinante busca, na qual Fi representa uma proporção irresistivelmente bela e atraente à qual são atribuídos atributos divinos – fazendo desta forma justiça ao seu nome.

A unidade ou 1 (que significava mais do que um número) era identificada por um ponto, o 2 por uma linha, o três por uma superfície e o quatro por um sólido. A Tetraktys, pela qual os Pitagóricos passaram a jurar, era uma figura do tipo abaixo:

Tetraktys

representando o número triangular 10 e mostrando sua composição como sendo 1 + 2 + 3 + 4 = 10.

A soma dos números de qualquer série numérica composta por números ímpares e que comece por 1 é um número quadrado. E a soma dos números de qualquer série numérica de números pares que comece pelo número 2 é um número oblongo, ou retangular. Por número oblongo, entende-se:

2 x 3 = 6, ou seja, 2 + 4 = 6
3 x 4 = 12, ou seja, 2 + 4 + 6 = 12
4 x 5 = 20, ou seja, 2 + 4 + 6 + 8 = 20

Este é o princípio matemático que levou à 47ª Proposição de Euclides, o matemático grego que divulgou o Teorema de Pitágoras, pelo qual o quadrado da hipotenusa de um triângulo retângulo é igual à soma dos quadrados dos dois outros lados, ou catetos. O Teorema de Pitágoras é considerado uma das principais descobertas da Matemática, ele descreve uma relação existente no triângulo retângulo. O Teorema diz que: “a soma dos quadrados dos catetos é igual ao quadrado da hipotenusa.” a² + b² = c²

“Uma magnitude divisível uma vez é uma linha, duas vezes, uma superfície, e três, um corpo. Além desses, não há outra magnitude, porque as três dimensões são tudo o que existe, e aquilo que é divisível em três direções é divisível em todas. Pois, como dizem os pitagóricos, o mundo e tudo o que nele existe é determinado pelo número 3, já que começo, meio e fim dão o número de um “todo”, e o número que eles dão é 3. Assim, compreendendo esses três princípios da natureza como, por assim dizer, leis, nós usamos o número 3 na adoração dos deuses. Além disso, nós usamos os termos na prática da seguinte maneira. De duas coisas, ou dois homens, dizemos “ambos”, mas não “todos”: três é o primeiro número ao qual o termo “todo(s)” se tornou apropriado. E com isso, como dissemos, estamos apenas seguindo a lei da natureza.” (Aristóteles, Sobre o céu – “De caelo”).

Os pitagóricos consideravam o 3 o primeiro número verdadeiro: A perfeita multiplicidade de formas, portanto, eles indicavam de modo obscuro pela díade; mas os primeiros princípios formais eram indicados pela mônada e díade, como não sendo números; e também pela primeira tríade e tétrade, como sendo os primeiros números, um ímpar e outro par:

  1. Comuns = Áries, Câncer, Libra, Capricórnio (Cardinais)
  2. Fixos = Touro, Leão, Escorpião, Aquário
  3. Móveis = Gêmeos, Virgem, Sagitário, Peixe (Mutáveis)

Desta forma, um, conceito numérico, pode representar qualquer coisa, geometricamente. A Matemática emergiu, como a conhecemos atualmente da Geometria.

  1. Centros (Angulares) = I IV VII X
  2. Seguintes (Sucessivos)= II V VIII XI
  3. Decadentes (Cadentes)= III VI IX XII

No final do século XVI John Dee e seu assistente Edward Kelley criaram a Linguagem enoquiana ou também chamada de língua angélica.

No sistema enochiano os “selos” são compostos de linhas e diagramas que representam as assinaturas de entidades acessíveis as pessoas com conhecimento e familiarizados com as “chamadas Enochianas” e outros métodos de evocação dos “espíritos”.

enochiano

O Alfabeto Romano era o alfabeto usado na Roma Antiga que deu origem ao alfabeto latino. Vejam como funciona o dicionário Angelical Enochiano se comparado ao alfabeto romano.

Alfabeto Romano:       ABCDEFG     HILMNPQ    ORSTUXZ
Alfabeto Enochiano:   BCGDFAE     MIHLPQN    XORZUST

O alfabeto angélico (Enochiano) pode ter sido gerado algoritcamente do alfabeto romano, de alguma forma dependente da tríplice divisão. Como primeira hipótese, vamos supor que cada grupo de sete letras romanas sofre alguma permutação específica, a fim de gerar o grupo equivalente de letras angelicais. Se isto for assim, quando substituímos as letras dos grupos com o Números 1-7 (baseado na ordem convencional – A=1, B=2…G=7; H=1, I=2…Q=7; O=1, R=2…Z=7), a sequência de número deve ser o mesmo para cada um dos três grupos:

                                 Grupo 1 (A-G)             Grupo 2 (H-Q)             Grupo 3 (O-Z)
Romano                     1234567                       1234567                         1234567
Enochiano                 2374615                       4213675                         6127534

Os autores deste alfabeto queriam encontrar a língua sagrada especial, dedicando-se ao longo de sua vida para encontrar a “Cabala real”. Esses estudos eram comuns na teologia da Renascença. Acreditava-se que se alguém pudesse interagir com anjos, falaria em uma língua divina.

Vejam portanto os significados que estão na base da direita e da esquerda dos obeliscos com a inscrição do número 418 e 666 que está presente no desenho exposto neste artigo da figura emblemática da Cabra Sabática, o Baphomet.

Número 418

O número 418 na figura de Baphomet é bem interessante, faz referencia ao Sistema Enochiano sendo empregado de duas maneiras: invocação de entidades ou projeção aos planos sutis. Mas quando levamos em consideração as consecuções místicas, sendo que o número 418 designa um Livro (Liber). Quatrocentos e dezoito (418) é o número da palavra mística Abrahadabra que é símbolo da união do micro com o macrocosmo (a Grande Obra).

ABRAHADABRA = 1+2+2+1+5+1+4+1+2+2+1 = 22. ABRAHADABRA tem 11 letras. ABRAHADABRA = 418. Há mistérios que niguém adivinhará que você não procure tentar, mas um vem após ele, de onde eu não digo, que descobrirá a chave de tudo. Então esta linha traçada é uma chave: então este círculo esquadrado é uma chave também. Abrahadabra também é referido como a palavra de Duplo Poder. Mais especificamente, ela representa a união do Microcosmo com o por do pentagrama e do hexagrama, a rosa e a cruz, o círculo e o quadrado, o 5 e o 6, representado o macrocosmo e etc, também chamado de obtenção do Conhecimento e Conversação de seu Sagrado Anjo Guardião. Abrahadabra é a recompensa de Ra Hoor Khut.

Número 666

666 tem um número de propriedades matemáticas muito interessantes. Como observado, ele é a soma dos primeiros 36 números naturais. Além disso, é a soma dos quadrados dos 7 primeiros números primos. Os primeiros 144 dígitos do pi a soma 666. Há muitas outras acrobacias que este número pode ser forçado a realizar.

Estela_da_Revelação

666 foi o número exposto e anexado à Estela da Revelação no Museu do Cairo. Sendo também identificado o 666 com o egípcio neteru glifo, que significa “deuses” ou “espíritos”. (O neteru glifo é visível na extremidade esquerda do terceiro registo horizontal no anverso da Estela.) Quando escrito NVThIRV, neteru tem o valor de 666. Finalmente, ANKH-FN-KHONShU-T tem o valor de 666. A frase grega To Mega Therion (“A Grande Besta”) tem o valor de 666, assim como a palavra grega Therion (“Besta”) quando transliterado para o hebraico como ThRIVN. 666 é o valor de Sorath o espírito Solar “Olympic”; e que de Ommo Satanás, o “Tríade Maligna” de Satanás-Typhon, Apophras, e Besz. (“Rito de Sol” e o ritual de Neófito do original Golden Dawn).

George Bush anuncia a Nova Ordem Mundial

Esse discurso foi gravado em 1991:

Nós temos a nossa frente a oportunidade de criar para as gerações futuras a Nova Ordem Mundial. Um mundo, onde há regra, a lei, não a lei da selva irá governar perante todas as nações quando teremos sucesso, e nós TEREMOS SUCESSO. Nós temos uma chance real, com essa Nova Ordem Mundial. Uma Ordem onde as nações que tem crédito, podem usar as regras para a paz e preencher assim as promessas e visões dos fundadores da América.” George Bush – ex-presidente dos Estados unidos

Próximo

Anterior

1 Comentário

  1. aline 18 de março de 2010

    muito legal

Deixe seu comentário

© 2009-2017 Intrometendo | Anuncie | Sobre | Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Alló Digital