Falsidade da Soberania dos Estados Nacionais

O capitalismo não tem pátria, nem bandeira, ele é sem fronteiras. Não há estados ou países “independentes”. Por cima das estruturas burocráticas formais dos estados e nações se move um sistema capitalista sem fronteiras (econômico, financeiro, tecnológico e militar) que compete para os recursos estratégicos e o controle hegemônico do planeta.

Por isso a guerra do eixo Rússia-China com o eixo USA-Nato não é uma guerra de nações contra nações, mas sim uma guerra de grupos capitalistas. Cujas redes financeiras e comerciais (sociedades anonimas) são um emaranhado de vasos comunicantes que superam as nações e competem entre si pela hegemonia do sistema.

Os mesmos bancos, grupos capitalistas e empresas transnacionais que operam no “mundo ocidental” dos EUA e da OTAN, também operam na Rússia, na China e em todo o seu campo aliado. E a sociedade de consumo capitalista é a mesma nivelada em todos os estados e nações em escala global. Por isso votar para “Presidente” e em qualquer dos políticos nas nações capitalistas é um absurdo sem sentido.

Já que é como votar nos donos de empresas que controlam o poder econômico a nível planetário. Por cima das fronteiras geográficas, governos e países. E que também controlam o sistema político-Eleitoral, parlamentos e sistemas de justiça.. Em resumo, e em forma estatística e verificável, não há guerra de nações nem há países soberanos. Só há o sistema capitalista em guerra interna tanto no bloco Rússia-China, como no bloco USA-NATO. Só há guerra inter capitalista que utiliza as estruturas dos Estados (falsamente nacionais) como ferramentas de poder para dirimir as suas competências e guerras pelo controle do sistema capitalista.

É realmente incrível que muitos não se deram conta, que as fronteiras são invenções, que é mais importante o espaço intermediário que o centro, que nesse espaço não há mudanças drásticas nem de língua, nem de cor das pessoas, nem de recursos. As diferenças são artificialmente criadas para que o capitalismo possa reger as relações entre as pessoas, cobrar taxas, alfândegas, impostos, impor modas, ter moedas diferentes, ter diferenças “culturais e sociais” que na realidade são estruturas que permitem continuar girando a manivela do sistema.

Nesse sentido, acabam preparando os espectadores para incursões mais fortes: Guerras, refúgio, espaço aéreo, tráfico de pessoas. A lista é interminável. Que faria o capitalismo sem tudo isto, certamente teria que deixar de existir, pelo menos, pouco a pouco. Infelizmente a maioria cai no jogo. Como seria se um dia fôssemos tão inteligentes que não cairíamos mais nessas armadilhas e planos, de um lado e do outro e dizer “aqui não não vai haver conflito”, vão embora com o seu negócio para outro planeta.

Este site foi criado por Luís Eduardo Alló (fundador e editor), bacharel em Direito, mineiro de Muriaé – MG e que adora trabalhar na web.

Próximo

Anterior

Estratégia das Tesouras Estratégia das Tesouras
Brasil - Ditadura Maçônica Comunista Brasil - Ditadura Maçônica Comunista
O homem foi realmente a lua? O homem foi realmente a lua?
Jogo dos Illuminati: A Nova Ordem Mundial - INWO Jogo dos Illuminati: A Nova Ordem Mundial - INWO
Como o Brasil está perante a Nova Ordem Mundial Como o Brasil está perante a Nova Ordem Mundial
A fábrica de zumbis A fábrica de zumbis
Intrometendo - O único local onde se encontra a verdade Intrometendo - O único local onde se encontra a verdade
Nova Ordem Mundial – New World Order (NWO) Nova Ordem Mundial – New World Order (NWO)

© 2009-2017 Intrometendo | Anuncie | Sobre | Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Alló Digital