Intrometendo

Aqui você se intromete em tudo…

Novo estilo de Golpe na América Latina

Os golpes dos Estados Unidos da América já não te matam o corpo. Matam-te a cabeça. Quando foi instalado a democracia feita pelos políticos corruptos, o “Sistema Democrático” com os votos das urnas na América Latina (em substituição das desgastadas ditaduras militares repressivas) os EUA impôs a ideia teórica do fim dos golpes de estado na região.

Na teoria, eles pensaram, agora eles viverão felizes e poderão escolher livremente os seus governantes nas urnas, disse-lhes o império dominante às maiorias desavisadas e crentes.

E há mais de trinta anos (e enquanto invade países a sangue e fogo) a primeira potência imperial se propõe como o campeão mundial da “Democracia e dos direitos humanos”.

O golpe por outras vias

Mas nada mudou. Os presidentes “democráticos” (antes de serem votados nas urnas) continuam sendo escolhidos nas câmaras empresariais e nas embaixadas ianques locais. E os golpes de estado nunca deixaram de existir.

Eles inventaram uma figura maravilhosa para destituir presidentes que já não servem para a governabilidade imperial: IMPEACHMENT por corrupção. E por trás dessa figura legal institucionalizada se disfarça e recicla o golpe de estado por outras vias.

E há uma nova ferramenta de execução democrática do golpe de estado. Juntam-se os políticos corruptos, juízes corruptos, e os meios de comunicação corruptos (e com a embaixada dos EUA), sentenças por “corrupção”, e executam o novo golpe de estado na versão democrática.

Operação limpa. Não há mortos, não há feridos, não há tanques nem marchas militares. Tudo em sintonia com a democracia e os direitos humanos “Made in USA“. E as maiorias, dormentes e vacinadas contra a consciência, contentes e felizes porque funcionou o “Sistema Democrático” farsante.

E desta maneira, democrática e legal, o império ianque controla e domina a América Latina sem disparar um único tiro. A escravatura e o domínio sem o uso das armas.

E se houver alguma dúvida, consultem como Dilma Rousseff, aqui no Brasil, a sexta potência econômica mundial, onde o lobby imperial dos Estados Unidos acabou de consumar a sua versão mais aperfeiçoada do “golpe frio” (Golpe parlamentar, golpe institucional) ou como lhe queiram chamar.

E uma coisa é clara. Os golpes ianques já não te matam o corpo. Matam-te a cabeça. E aí estão as maiorias “Democráticas” e descerebradas das urnas para testemunhar.

Isso só demonstra uma falta total de abertura mental das pessoas, uma derrota cultural e ideológica são duas palavras que explicam o nível de alienação dos seres subumanos incapazes de questionar nada. A realidade relativa invade o cérebro alienado da massa idiotizada cujos vazios existenciais estão a serviço das estruturas sociais que sustentam a hegemonia da classe dominante.

Próximo

Anterior

Deixe seu comentário

© 2009-2017 Intrometendo | Anuncie | Sobre | Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Alló Digital