O fim da sociedade

Verificado para quem quiser ver, investigar e estudar. O sistema regente do poder mundial está demente, decadente, em estado de morte, e à beira de qualquer explosão social histérica para lado nenhum. Um fenômeno que (juntamente com a guerra inter capitalista e a crise econômica global) já se projeta, em todo o mundo tanto nas potências centrais como também nas periferias.

E não há consciência coletiva nem formas de luta organizada contra o sistema de exploração e dominação do homem pelo homem. Só histeria social, ação e reação atomizada contra as marcas mais evidentes e de emigração das políticas e planos de depredação planetária. A irracionalidade, a violência e a degradação social são a norma real que vivemos diariamente em escala global. A indiferença e o individualismo marcam o ritmo de toda forma de existência social. Predomina a anarquia maciça (sem nenhum objetivo organizado) e a ruptura da autoridade em todas as escalas de poder na sociedade.

A droga, a ignorância, a incomunicabilidade e a tecnicização robótica marcam a agenda e a psicologia das juventudes de qualquer nível social. E a decomposição começa pela cabeça. Os Estados Unidos, a primeira potência imperial, lidera estatisticamente o consumo e tráfico de drogas a nível global. Detém o primeiro lugar no ranking planetário de doenças mentais, e tem o mais alto índice de criminalidade e assassinatos em massa. Segundo a OMC, patologias mentais severas arrasam com mais de 200 milhões de pessoas em todo o planeta.

Diversos estudos, em vários países, revelam que a capacidade de aprendizagem, fundamentada e reflexiva vai sendo substituída rapidamente pela memorização (sem relação de causa e efeito) em todos os níveis da Educação Mundial. E no mesmo domínio revela-se, em uma multiplicidade de investigações, que a comunicação desenvolvida e fundamentada (como troca reflexiva da realidade) vai sendo rapidamente substituída pela comunicação telegráfica, sem compreensão nem troca fundamentada e com predominância de símbolos, como emoticons e figurinhas, que se pode ver claramente nas redes sociais.

E toda esta realidade não é a criação de um laboratório. Nem está nos claustros elitistas da cultura universitária oficial. Está à vista, e é facilmente verificável para qualquer pessoa comum. Só basta navegar na internet e nas redes sociais, olhar as imagens televisivas, os títulos dos jornais que percorrem o mundo, juntá-los, conectá-los entre si, e dar-lhes um sentido significante relacionado.

E quando terminarem essa simples Operação, que está sendo realizada com bom senso, um título vai se sobressair sobre o resto: demência e declínio a nível global. Sodoma e Gomorra? Sim, mas não a nível bíblico. A nível de sistema capitalista. Expresso como realidade emergente de domínio global tanto econômico, político, militar, social e psicológico. Onde o tecnológico informático já substituiu o cérebro biológico e transformou tudo em massificação para o ser humano ser um robô sem consciência, sendo apenas fornecedor e consumidor do sistema.

Próximo

Anterior

Deixe seu comentário

© 2009-2017 Intrometendo | Anuncie | Sobre | Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Alló Digital