Início > Curiosidades

Mapa do Brasil sem a Amazônia

Desde 2000, Uma fraude tem circulado com a alegação de que os Estados Unidos e as Nações Unidas assumiram o controle da floresta amazônica, a fim de salvaguardar os seus tesouros para toda a humanidade.

A falsificação, na foto abaixo, pretende mostrar a página 76 do sexto capítulo do livro intitulado “Introduction to Geography”, de David Norman. Não há qualquer indicação de que esse livro exista. As Biblioteca dos Estados unidos, do Congresso americano, com mais de 29 milhões de livros e outros materiais impressos, não possuem nenhum registro deste livro.

O computador online WorldCat, o maior banco de dados de informações bibliográficas com mais de 47 milhões de livros, não tem registro também do livro. Também não pode tal livro ser encontrado na Internet em pesquisas no Google ou no site da amazon.com.

Mapa do Brasil sem a nossa Amazônia

Erros de Ortografia e Gramatica no livro

O texto da falsificação está reproduzido abaixo. Para uma pessoa que fala Inglês, observa-se seus inúmeros erros de ortografia, gramática e o tom inadequado da linguagem são óbvios, embora esses erros não pareçam necessariamente óbvio para pessoas que não falam Inglês. As palavras que são grafada e alguns dos outros erros mais evidentes são indicadas em negrito abaixo. Eles são:

3.000 deveria ser 3,000; Americanos separam números com vírgula.
INT’L deve ser INTERNATIONAL; oralçoes informais não seria usado em um livro didático
responsability deve ser escrita assim responsibility
irresponsable deve ser escrita irresponsible
authoritary deve ser authoritarian
o “a” antes de “unintelligent” deve ser”an
destroying deve ser destruction
vegetals deve ser vegetables
calcule deve ser calculate
cert deve ser certain
explorate deve ser exploit.

Além disso, o texto usa um tom inadequado e contém muitos outros erros gramaticais e uso de termos errado.

Vejam o Texto do livro na Integra

An Introduction to Geography South America

in the northern section of South America, forming a land of more than 3.000 square miles.

3.5-5 — THE FORMER INT’L RESERVE OF AMAZON FOREST

Since the middle 80’s the most important rain forest of the world was passed to the responsability of the United States and the United Nations. It is named as FINRAF (Former International Reserve of the Amazon Forest) and its foundation was due to the fact that the Amazon is located in South America, one of the poorest regions on earth and surrounded by irresponsable, cruel and authoritary countries. It was part of eight different and strange countries, which are in the majority of cases, kingdoms of violence, drug trade, illiteracy and a unintelligent and primitive people.

The creation of FINRAF were supported by all nations of G-23 and was really a special mission of our country and a gift of all the world, since the possession of these valuable lands to such primitive countries and people should condemn the lungs of the world to disappearance and full destroying in few years.

We can consider that this area has the most biodiversity in the planet, with a vast number of species of all types of animals and vegetals. The value of this area is unable to calcule, but the planet can be cert that The United States won’t let these Latin American countries explorate and destroy this real ownership of all humanity.

FINRAF is like an international park, with very severe rules of exploration.

[Map Caption] Map 3.5-5.1 — We can see the location of the International Reserve. It took area of eight South America’s countries: Brazil, Bolivia, Peru, Colombia, Venezuela, Guyana, Suriname, and F. Guyana. Some of the poorest and miserable countries of the world.

O Mapa do Brasl forjado

Alguns dos erros ortográficos na falsificação indicam que o falsificador é um brasileiro. Porque em Português, a palavra para calcular é “calcule”, e a palavra vegetable é “vegetal”.

Em 8 de junho de 2000, o então embaixador brasileiro nos Estados Unidos, Rubens Antonio Barbosa, caracterizou a falsificação de “Desinformação” feita no Brasil “por setores ainda não identificados”.

O Embaixador Barbosa acrescentou: “A fonte inicial da suposta notícia foi um website, associados, com o slogan” Brasil, Ame-o ou Deixe-o ‘[Brasil: ame-o ou deixe-o], mas sem identificação dos responsáveis pelo site.”

O Ministro Conselheiro da Embaixada brasileira na época, Paulo Roberto de Almeida, afirmou que a falsificação era ligada à brasileiros da “ala direita e que setores especializados na transmissão de notícias de supostos ataques contra a nossa soberania de uma forma que não seja meramente paranóica, Mas também irresponsável” foi quem criou o falso mapa.

A embaixada brasileira nos Estados Unidos tem uma declaração sobre a falsificação, em Português, em seu site na Internet.

Embora este livro didático e sua página foram identificados como uma fraude, ainda continuam a divulgar amplamente essa notícia falsa por e-mail, e em muitas das vezes as pessoas acreditam.



Artigos Relacionados.

Receba novidades no seu e-mail.


 

Artigo Mapa do Brasil sem a Amazônia, publicado por Luís Eduardo () em 01/08/2009.

Deixe seu Comentário.